7 Dicas Para Você Dominar Seu Mac – Garantido!

Conheça os passos iniciais para aprender como usar seu computador apple, mesmo que você seja absolutamente iniciante!

Você gostaria de dominar seu Mac? Eu imagino que a resposta seja sim, certo? Entretanto, é bem provável que você ainda não consiga, isso por que o macOS, sistema operacional no iMac, MacBooks, MacMini e MacPro, é muito grande e com inúmeros recursos disponíveis.

Mas não se preocupe, este artigo servirá como um super guia prático para você tirar o máximo do seu Apple. Inclusive, você terá imagens ilustrando os passos que deve fazer para entender e dominar seu Mac de uma vez por todas. Antes de começarmos é importante entendermos o que realmente veremos neste artigo:

 

  • Organização de Arquivos
  • Navegação na internet
  • Email
  • Fotos
  • Filmes
  • Música
  • Segurança

 

Para quem preparamos este material

Este material foi desenvolvido para pessoas que usam o Mac, mas entendem que não conseguem explorar todos os recursos. Se você se identifica, vá em frente, este tutorial tem tudo para te ajudar! Pronto para dominar seu Mac? Continue lendo este artigo e veja os 7 passos para isso!

 

👉  Veja também: 7 Dicas Importantes Antes de Comprar um Macbook Usado

 

 

1. Organização de Arquivos

Sabe aquele carinha sorridente que fica no canto inferior esquerdo do Dock? Pois é, ele se chama Finder e funciona exatamente como o Windows Explorer.

Ele é responsável por organizar absolutamente tudo no seu Mac, seja arquivos, aplicativos da Mac App Store, arquivos de programas ou mesmo emails. Aqui no Blog já falei bastante sobre o Finder, inclusive ensinei como alterar o tamanho dos ícones na janela do Finder. Veja abaixo alguns aspectos mais importantes da Janela do Finder.

 

👉 Clique aqui para assistir uma aula completa do Finder

 

Aproveite e veja como aprender usar seu computador Apple do zero, em apenas 30 minutos! Clique aqui para acessar nosso tutorial completo!

 

 

 

2. Navegação na internet

Sem dúvida, uma das tarefas que mais realizamos no computador (não só no Mac) é navegar na internet. O Mac é compatível com praticamente todos os navegadores disponíveis no mercado. Por padrão a Apple disponibiliza o Safari, que é o programa utilizado para navegar na internet através do Mac. Ele é representado pela pequena bússola azul.

Como o Safari é nativo, ou seja, faz parte do sistema do Mac, ele tende a funcionar melhor do que outros navegadores. Há diversos recursos do Safari, é por isso que vamos deixar os conteúdos que disponibilizamos aqui no blog do Super Apple.

 

 

Veja estes materiais, e tenha muito mais produtividade na sua navegação na internet do Mac.

 

 

 

3. Envie e receba email no Mac

Enviar e receber emails no Mac também é outra tarefa muito utilizada no Mac. Embora muitos donos de Mac utilizem os serviços de Webmail, muitos outros continuam utilizar o app Mail do Mac.

 

O App Mail é o programa nativo de envio e recebimentos de mensagens no Mac. Com o Mail do Mac é possível configurar diversas contas de email simultaneamente, conforme já ensinei neste artigo.

 

Recentemente escrevi um artigo ensinando 5 Super Dicas Para o Mail do Mac, olha só o que você vai aprender neste artigo:

 

Com o Mail é possível enviar mensagens personalizadas, conforme escrevi neste post. Ah e uma última coisa. Você sabia que dá pra enviar um site por email utilizando o Mail do Mac?

 

 

 

4. Fotos no Mac

Com tantas redes sociais, talvez este seja o tema mais esperado de todos : ) Trabalhar com fotos do Mac é simples! Para isso você pode utilizar o Fotos, aplicativo que permite organizar, editar e compartilhar fotos.

 

 

Claro que falar superficialmente do Fotos não fará você dominar seu Mac, por isso veja abaixo alguns artigos que escrevi a respeito. Se você costuma tirar milhares de fotos utilizando o iPad, iPhone e câmera digital recomendo que crie uma segunda biblioteca de fotos no Mac, conforme ensinei neste artigo.

 

 

 

5. Filmes no Mac

Seja através de smartphone, câmera digital ou filmadora, o fato é que sempre realizamos nossas filmagens. O problema é que com o tempo o espaço livre no disco do Mac tende a diminuir, isso por que filmes ocupam muito espaço, principalmente as filmagens no formato 4K.

 

 

Não podemos esquecer das filmagens dos nossos momentos né? Seja um aniversário, casamento ou mesmo um churrasco, sempre capturamos excelentes momentos que podem ser editados no iMovie, app de organização, edição e compartilhamento de filmes. Para te ajudar a editar estes filmes, assista a videoaula completa do iMovie, com certeza vai fazer muita diferença no seu dia a dia.

 

6. Música no Mac

Não seria possível Dominar seu Mac se isso não incluisse trabalhar com música!

No Mac você pode fazer praticamente tudo que for relacionado a música e não é atoa que o iPod foi o responsável pela disseminação do MP3. No Mac você pode baixar, organizar, editar e até compartilha-las. Para isso você pode utilizar basicamente dois aplicativos: iTunes e Garage Band. A diferença entre eles é simples, o iTunes permite que você organize, compre ou baixe de CD/DVD suas músicas e filmes. Gosto tanto do iTunes que escrevi alguns artigos a respeito dele:

Aqui no blog também a repetir a execução de músicas e como adicionar músicas no iPad e iPhone sem a necessidade de conectar fios. Quanto ao Garage Band, se você tem interesse em aprender a editar ou criar músicas, é ideal para isso. Não deixe de ver o guia oficial completo aqui.

 

 

7. Segurança

Como você deve saber, trabalhei na Apple e hoje sou consultor de tecnologia. Trabalho oferecendo suporte e treinamento para usuários Apple. Uma das perguntas mais frequentes dos meus clientes é o Mac precisa de anti-vírus? A resposta é não necessariamente, mas se você utiliza transações financeiras ou transmite informações sigilosas pela rede, é recomendado que sim! Neste caso, considere a utilizado de um Internet Security ao invés de só o anti-vírus.

Veja abaixo alguns artigos que escreve sobre segurança no Mac.

É possível que seu Mac esteja lento, se este for seu caso, não se preocupe é pouco provável que um vírus infecte seu Mac e o deixe lento. De qualquer forma veja este arquivo com 5 dicas para melhorar o desempenho de um Mac Lento.

Considerações Finais

Estes são apenas 7, de muitos passos para dominar seu Mac. Lembre-se que o importante é começar com um objetivo bem traçado. Não se preocupe em querer aprender TUDO sobre o Mac, talvez você não precise, explico: Imagine que você é um médico e que utiliza seu Mac no trabalho ao atender seus pacientes. Para seu uso o Mac precisa ter funções especificas, como um aplicativo para gerenciar atendimento e pacote Office, basicamente. É possível ainda que você utilize algum app para edição de filmes como iMovie. Analisando este cenário, eu não recomendaria que você aprendesse a edição de música com Garage Band ou ProTools, software profissional de edição da Apple.

Em resumo, o que realmente importa é utilizar o máximo do computador dentro das suas necessidades. Eis os primeiros passos para Dominar seu Mac : )

Se você chegou até aqui, é sinal que gostou do conteúdo. Por isso quero agradecê-lo pelo tempo em que passamos aqui.

Conte comigo sempre que precisar! Forte abraço e até a próxima.

10 Dicas Para Manter Seu Mac Seguro!

Aprenda como manter seu Mac seguro – Mesmo Sendo Absolutamente iniciante

Dizem que a melhor maneira de se proteger contra vírus de computador é usar um Mac. Sim, esta é uma boa sugestão, mas não significa que será a solução para todos os problemas de segurança.

 

Talvez o que mais justifica esse argumento é que os desenvolvedores maliciosos, mais conhecidos como hackers, não perderiam tempo e esforços criando vírus para uma parcela tão pequena de usuários de Mac, o que não é mais verdade, pois a Apple está se disseminando no mercado e hoje já são mais de 100 milhões de Macs ao redor do mundo.

 

👉 Veja também: TOP 6 Melhores Antivirus para Mac – o 5º é o Meu Preferido!

 

Sabemos que a Apple trabalha constantemente na segurança de seus computadores, mas malwares, como o Flashback Trojan, estão sendo criados com um único objetivo, infectar Macs. De qualquer forma, a parcela de Macs infectados ainda é mínima o que garante em parte nossa tranquilidade : )

 

Embora seja verdade que os Macs são menos propensos a serem atacados com base no fato de que há menos Macs do que PCs – na verdade, o Malware em Macs está diminuindo , os usuários de Mac podem ser um alvo muito lucrativo e, portanto, considerado que vale o esforço. Como resultado, os Macs pegam vírus e são tão vulneráveis ​​a ataques quanto um PC.

 

Para quem preparamos este material

Elaboramos este material pensando em ajudar pessoas que precisam de segurança digital, seja para fazer transações financeiras online ou compras utilizando seu cartão de crédito. Ao final deste artigo, você estará apto a utilizar seu Mac com mais segurança do que a maioria das pessoas está acostumada.

 

Leia até o fim, vale a pena : )

 

👉 Veja também: Segurança do Mac – O Guia Absolutamente Completo 

 

Conheça agora as 10 Dicas para manter seu Mac seguro!

As lições abaixo podem ser aplicadas na maioria dos computadores Apple. Se por algum motivo você não conseguir fazer algumas das dicas, deixe nos comentários ok?

Vamos lá!

 

 

1. Mantenha seu Mac atualizado

Normalmente esta função é pré-programada e não precisa ser feita manualmente. Entretanto, e só para ter certeza recomendamos que você verifique manualmente, no video abaixo gravamos uma videoaula completa ensinando como fazer:

 

 

2. Faça o backup completo do Seu Mac 

O backup periódico dos seus arquivos garante que você sempre tenha uma cópia de segurança dos seus arquivos se algo acontecer ao seu Mac, incluindo se ele for perdido, roubado ou precisar de reparos.

 

A Apple facilita os backups com seu recurso Time Machine. O Time Machine é usado para fazer backups regulares de seus arquivos em um disco rígido separado para que você possa restaurar o Mac e os dados de qualquer período recente.

 

Se você não sabe como fazer o backup do Seu Mac, veja este material completo: Backup do Mac: Guia Prático do Usuário

 

 

3. Utilize senhas fortes

Crie senhas com pelo menos oito caracteres, sempre utilize letras e números, se puder insira pelo menos uma letra maiúscula ou símbolo. Lembre-se de criar senhas diferentes para serviços da internet, ok?

 

Se você tem dificuldade de lembrar todas as senhas uma boa dica é criar um senha mestre e alterar o inicio ou o final dela ligando-a ao serviço em uso, por exemplo: Uma senha única P23eR5% ficaria P23eR5%sub caso seja utilizada no Submarino ou P23eR5%sar se fosse utilizada na Saraiva. Se você deseja utilizar essa senha para inicio de sessão no seu Mac ficari assimP23eR5%mac.  Neste caso utilizamos os 3 primeiros caracteres do serviço, mas você pode utilizar sua própria lógica!

 

Se você acha que precisa mudar a senha do Seu Mac, veja o tutorial abaixo, com certeza vai ajudar : )

 

3 Formas de Mudar a Senha de Administrador no Mac

 

 

 

 

4. Desative o Login automático

É bom ter uma senha forte, mas se você não usá-las de nada vai adiantar. Mesmo que seja chato ter que digitar sua senha toda vez que for iniciar no seu Mac, faça isso! Para desativar o login automático no Mac seguro faça o seguinte:

 

Abra o “Painel Preferências do Sistema” > “Usuários e Grupos”. Em seguida desbloqueie o cadeado, depois Clique em Opções de Inicio, e DESATIVE o Inicio de sessão automático!

 

 

 

5. Habilite o Firewall do Sistema

Em geral, computadores possuem um recurso muito conhecido e útil, o Firewall. Se você não sabe o que é, não se preocupe, nós te explicamos.

 

Firewall é um sistema de segurança, que normalmente já vem integrado a sistemas operacionais como Mac OS X e Windows. Sua principal função é impedir que outros usuários ou programas não autorizados acessem seu computador remotamente.

 

Se você está com uma versão mais recente do Mac OS X, acesse este artigo: Como Ativar o Firewall no MacOS

 

Para ativar o Firewall do seu Mac vá em Preferências do Sistema > Segurança e Privacidade > Firewall. Se o Firewall estiver desligado, clique no cadeado no canto inferior esquerdo, depois digite sua senha e clique em Desbloquear.

 

 

 

 

6. Desative o Acesso Remoto Para MacOS

O acesso remoto é um recurso útil do macOS que permite acessar arquivos no computador de qualquer lugar. No entanto, o acesso remoto também permite que qualquer pessoa com seu login e senha de administrador e senha acesse os arquivos do seu computador. É por isso que pode ser uma boa ideia desligar esse recurso se você realmente não o usar. Na verdade, sua empresa pode já ter uma política de segurança sobre quando os funcionários podem usar o acesso remoto.

 

Para desativar o Acesso Remoto acesse o “Preferências do Sistema” em seguida clique em “Compartilhamento”. Depois basta desativar a opção “Gerenciamento Remoto”, conforme a imagem abaixo:

 

 

 

7. Faça download somente de fontes confiáveis

 

Sites de torrent, softwares pirateados, cracks e outros downloads ilegais, são frequentemente usados para distribuir malware e vírus. Muitos deles são criados por hackers que tem como objetivo infectar seu Mac de alguma maneira.

 

A verdade é que ninguém da nada de graça para ninguém, portanto não acredite que alguém está te presenteando com um software pirata, lembre-se que seu computador ganhe algo desagradável extra. Baixar arquivos desse tipo de fonte nem sempre é interessante, pense nisso.

 

👉 Veja este tutorial, onde você vai aprender como instalar aplicativos no Mac da forma correta!  

 

8. Utilize um bom sistema para deixar seu Mac seguro

Embora seja notório que a segurança do Mac OS X seja um dos melhores do mercado,  recentemente 0 episódio do Malware Flashback ilustra outro cenário.

 

Nossa sugestão é que você instale um bom sistema de segurança. Clique aqui para ver os melhores que preparamos para você!

 

TOP 6 Melhores Antivirus para Mac – o 5 é Meu Preferido!

9.Verifique as opções de privacidade e deixe seu Mac seguro

Verifique as opções de privacidade do seu Mac e da sua navegação na internet. No Safari clique em:

  • Safari > Preferencias > Privacidade e configure as opções de cookies e localização da maneira que se sentir mais seguro.

Para verificar as opções de privacidade no Mac Os, clique em

  • Preferencias do Sistema > Segurança e Privacidade > Na aba “Privacidade” e no botão Avançado. Configure as opções de log out automático por inatividade e acesso ao sistema de acordo com as suas preferencias de segurança.

 

 

10. Use o bom senso

A maioria dos hackers procuram atacar usuários desavisados que tenham softwares desatualizados e senhas salvas em browsers. O recomendado é ficar ligado, seja na hora de acessar seu banco online ou acessar o Facebook. Tenha cuidado, sempre!

 

Espero que aproveite as dicas e deixe seu Mac seguro!

 

Ah… e não deixe de seguir o Super Apple nas redes sociais, ok?

 

Forte abraço e até a próxima!

 

 

Assista a videoaula

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aprenda como fazer a manutenção preventiva do Mac em 5 passos – Mesmo sendo iniciante!

 

Neste tutorial você vai conhecer 5 passos fundamentais para fazer a manutenção preventiva do seu computador Apple.

 

Quem nunca sofreu com a lentidão no Mac ou perdeu algum arquivo importante por ter deletado por engano ou por alguma pane no Mac? É por este e outros motivos que fazer a manutenção preventiva do Mac é muito necessário, afinal de contas, o Mac é um computador como qualquer outro, por isso está suscetível a problemas comuns como erro de disco ou lentidão do sistema.

 

Se você não tem o habito de fazer a limpeza do sistema do seu Mac de vez em quando e ter um backup dos seus documentos, comece agora mesmo! Isso é mais importante do que você imagina.

 

👉 Veja também: Mac Para Quem Pensa Windows – Treinamento Completo!

 

 

Para quem preparamos este material

Todos usam o Mac! Desde os profissionais, que entendem as ferramentas mais complexas do sistema, até os iniciantes, que sofrem com um Mac lento ou sobrecarregado de dados mas não sabem por onde começar a resolver o problema.

 

Este material foi desenvolvido para que qualquer pessoa consiga fazer a manutenção preventiva do computador Apple, mesmo que sejam iniciantes!

 

Faça a Manutenção Preventiva do Mac em 5 passos

Pensando nisso nós criamos esses 5 passos para fazer a manutenção preventiva do seu Mac. Se você seguir os passos, com certeza vai estar preparado(a) para qualquer imprevisto ou pane no seu sistema. Quem sabe, inclusive sabendo como resolver os possíveis problemas em questão.

Continue lendo, você não vai se arrepender! 🙂

 

 

Passo 1 – Faça Backup regularmente

Sim, seu Mac pode sofrer um incidente, infelizmente isso é um fato! Cedo ou tarde os componentes internos do computador ou mesmo alguma parte do sistema operacional, como apps terceiros por exemplo, podem trazer algum tipo de defeito. 

 

E não tem nenhum problema se você passar por algo parecido… Desde que esteja preparado para isso! A melhor maneira para se prevenir de problema com o seu Mac é estar preparado para quando ele acontecer.

 

Ter um backup atualizado dos seus dados é o primeiro (e mais importante) passo! Isso que vai permitir que você lide com o problema de forma mais tranquila, pois tem a certeza que seus arquivos, pastas e outras coisas importantes estão salvas no backup salvo no HD externo.

 

A melhor maneira de fazer backup no Mac é utilizando o Time Machine, que é um sistema de backup integrado ao sistema operacional do seu computador. Com ele você conseguirá ter uma cópia exata do seu computador com todos os seus arquivos podendo recuperar um arquivo ou o sistema inteiro em apenas alguns minutos e de uma forma muito simples e intuitiva.

 

Importante: Utilize um HD externo ou o Time Capsule da Apple, para garantir possuir um backup de segurança se algo acontecer com o seu Mac. Se utilizar o Time Machine para fazer o backup dos seus arquivos não aconselhamos particionar o seu HD, pois se algo acontecer com o seu HD, você também perderá o seu backup. 

 

Veja uma aula completa sobre backup do seu Mac. Conteúdo muito útil, que vai te ajudar com seu computador Apple!

Você ainda pode utilizar outras opções, como fazer backup dos seus arquivos mais importantes copiando-os em DVDs (caso ainda tenha leitor no seu Mac) e Pen Drive, ou ainda utilizar algum algum serviço de armazenamento na nuvem como o iCloud ou Dropbox. Isso vai te ajudar não perder nenhum arquivo importante, em caso de problema com seu Mac.

 

Passo 2 – Mantenha tudo atualizado

Manter o sistema do seu Mac e demais programas atualizados não só o previne de erros e bugs, também irá te ajudar a ter mais segurança. O motivo é que muitas atualizações, além de melhorar a usabilidade e desempenho, também ajudam a corrigir possíveis falhas de segurança.

 

Para atualizar o seu computador Apple basta seguir os seguintes passos:

 

1. Clique no menu “Apple” (Maçã na parte superior esquerda) e em seguida clique em “Preferências do sistema”

2. Na janela que se abriu, clique em “Atualização de Software”

3. Em seguida, basta aguardar o sistema encontrar as atualizações. No final, basta clicar em “Atualizar Agora”

Se por algum motivo seu Mac, tem um sistema de atualização diferente do que mostramos acima, veja o tutorial oficial Apple clicando aqui.

 

 

Passo 3 – Apague Arquivos e Apps Desnecessários

Outra ação importante para a manutenção preventiva do seu Mac é apagar os arquivos e programas que você não utiliza mais, além de liberar mais espaço no seu HD,  você ainda economiza tempo quando for fazer o backup do seu computador.

 

Para apagar os arquivos inúteis do seu Mac é bem simples, basta arrasta-los para a lixeira e depois esvaziar a lixeira. Para desinstalar programas, você também pode arrasta-los para a lixeira, mas isso não funciona em todos os apps.

 

Para ajudar, gravei uma videoaula prática ensinando como apagar aplicativos no Mac (todos os métodos)

 

Link do CleanMyMac:  Clique aqui!

 

Passo 4 – Apague Arquivos Duplicados

Muitas vezes não nos damos conta de quantos arquivos duplicados nós temos, principalmente fotos e filmes, que costumam ocupar muito espaço do Mac. O problema é que nem sempre é fácil encontrar e apagar esses arquivos duplicados. É nesta hora que aplicamos a tecnologia de softwares terceiros homologados pela Apple.

 

Aqui, deixo o Gemini como sugestão de app para apagar arquivos duplicados. O bom do Gemini é que, como é autorizado pela Apple, ele tem acesso a partes do sistema.

 

 

Após o scan o Gemini irá mostrar todos os arquivos que você possui duplicados no seu Mac inclusive com uma opção muito legal que mostra, por exemplo, a foto que está com melhor qualidade para que você delete as fotos duplicadas com pior qualidade. Vale lembrar que o Gemini não apaga os arquivos automaticamente, ele apenas busca e mostra para você os arquivos que estão duplicados, e cabe a você analisar se realmente quer apagar os arquivos duplicados.

 

Infelizmente o Gemini não é gratuito, mas vale a pena! Para fazer o download do clique AQUI.

 

Passo 5 – Faça a Manutenção Semanal

A manutenção periódica do Mac previne erros de sistema, acúmulo de memória cache e outros dados inúteis no seu computador. Para essa função, gosto muito do CleanMyMac. Essa é, sem dúvidas a melhor ferramenta de limpeza para Mac.

 

O CleanMyMac irá ajuda-lo a fazer uma limpeza completa no seu mac e também é uma excelente opção para utilizar junto com o Gemini.

 

Com o CleanMyMac você terá a opção completa para melhorar a lentidão do seu Mac além de limpar todos os cantos do seu Mac, como pastas que não são mais utilizadas, fotos, musicas, programas, widgets, emails e muito mais! E o melhor de tudo é que você ainda consegue agendar a limpeza do seu Mac e nunca mais esquecer de fazer a manutenção preventiva, e o melhor de tudo é que o CleanMyMac sabe exatamente o que pode e o que não pode ser apagado do seu Mac, portanto você não corre risco de apagar arquivos importantes do MAC OS e ter o seu sistema corrompido.

 

Você pode fazer o download gratuito no site oficial do aplicativo AQUI.

 

 

Considerações Finais

Espero que as nossas super dicas de Como Fazer a Manutenção Preventiva do Mac em 5 passos tenha sido útil para você e que você consiga manter o seu Mac sempre em perfeito estado e preparado para qualquer imprevisto. Caso tenha ficado alguma dúvida, deixe nos comentários que iremos ajuda-lo.

 

 

.

Aprenda como encontrar e recuperar senhas perdidas no Mac

Neste tutorial você vai aprender como resolver o problema e recuperar senhas perdidas no Mac.

Você já esqueceu a senha de um site que sempre acessa? Talvez tenha perdido a senha da sua internet Wi-Fi. De qualquer maneira, se você já se conectou a esses serviços no Mac e salvou suas credenciais no “Acesso às Chaves”, poderá recuperar facilmente suas senhas perdidas no Mac.

 

Para quem preparamos este material

Todo e qualquer usuário Apple, que utiliza o computador da Apple poderá utilizar este material para encontrar e recuperar senhas perdidas no Mac. Vale lembrar que este conteúdo pode ser utilizado por qualquer pessoas, por isso se você é um iniciante vá em frente, você também consegue : )

 

👉 Veja também: 10 Dicas Para Manter Seu Mac Seguro – Passo a Passo Para Iniciantes!

 

O que é “Acesso às Chaves”

O “Acesso às Chaves” é um aplicativo padrão do macOS que mantém o registro de todas as suas senhas e outras informações de login com total segurança para você. A GRANDE vantagem dele é que com ele você NÃO precisa ficar lembrar ou ficar anotando suas senhas em um bloco de notas : ) Poucas pessoas sabem, mas o “Acesso às Chaves” funciona semelhantemente a um gerenciador de senhas de terceiros como LastPass ou 1Password, a diferença é que ele é totalmente integrado ao seus dispositivos Apple, incluindo Mac, iPhone e iPad.

 

Mão na Massa

Está tentando recuperar o acesso às suas contas, mas você esqueceu ou perdeu a senha? Não se preocupe, este tutorial pode te ajudar! Nós o guiaremos pelas etapas necessárias para encontrar e recuperar senhas perdidas no Mac.

 

1. Primeiro, você precisa acessar a pesquisa Spotlight no seu Mac. Para isso, clique no ícone da pequena “lupa”, localizado no canto superior direito da sua área de trabalho. Como alternativa, você pode abrir o Spotlight pressionando Command + Barra de espaço no seu teclado.

 

 

2. Abra o Aplicativo Acesso às Chaves, para isso basta digitar o nome dele no campo de busca. O maravilhoso Spotlight exibirá o app nos resultados. Quando isso acontecer, clique sobre o ícone do aplicativo.

 

 

3. Assim que o Acesso às Chaves abrir, certifique-se de ter selecionado “Todos os itens” na aba Categoria.

 

 

4. Agora, restrinja seus resultados usando o campo de pesquisa no canto superior direito desta janela. Por exemplo, você pode começar digitando apenas o nome do site.

 

 

5. Quando você encontrar o resultado desejado, clique com o botão direito do mouse ou pressione a tecla Control no teclado e clique sobre o item, depois escolha “Copiar Senha Para Área de Transferência”. Em seguida basta colar a senha em um bloco de notas ou editor de texto para saber qual é.

 

 

6. Você também pode escolher “Obter Informações”, onde terá acesso a sua senha na tela.

 

7. Na janela que se abriu clique e ative a checkbox “Mostrar Senha”

8. Agora, você será solicitado a inserir sua senha, que por padrão é a mesma senha de usuário do seu Mac. Para facilitar, esta é a mesma senha que você usa para fazer o login no seu computador. Clique em “OK” depois de digitar a senha.

 

É assim que você recupera senhas perdidas e esquecidas em seu Mac com o “Acesso às Chaves”. Muito fácil, certo?

É importante observar que você só poderá encontrar essa senha perdida no Acesso às Chaves se escolher “salvar a senha” ao digitar suas credenciais de login no site específico. Se você não souber como, o Safari solicitará que você salve a senha sempre que fizer login em um site pela primeira vez, mas se você escolher “Agora não” ou “Nunca para este site”, os detalhes da sua senha não serão armazenados no App Acesso as Chaves.

 

Considerações Finais

Graças ao excelente recurso Acesso às Chaves, você não precisa mais se lembrar de todas as suas senhas. Além disso, todas as senhas da internet que o Safari salva no app serão sincronizadas em todos os seus outros dispositivos Apple com a ajuda do iCloud. Exatamente isso, se você usa um iPad ou iPhone poderá acessar suas senhas salvas no “Acesso às Chaves” no Mac através da sincronização do iCloud.

 

Esperamos que você tenha conseguido recuperar e encontrar todas as senhas perdidas ou esquecidas com esta dica. Isso funcionou para você? Você encontrou outra solução? Qual é a sua opinião geral sobre a integração do Acesso às Chaves da Apple em dispositivos macOS e iOS? Compartilhe suas experiências e opiniões na seção de comentários abaixo.

Forte abraço e até a próxima

.

.

.

.

Como Calibrar o Monitor do Mac – Guia Prático

Se você já ficou olhando para a tela do seu Mac o dia todo, deve ter notado que, embora ela seja linda, ainda não parece perfeita. Ao calibrar o monitor do Mac, você pode ajustar facilmente as configurações de luz e cor.

 

Para quem preparamos este material

Este é um recurso, especialmente útil para pessoas que gostam de jogar ou assistir filmes, também pode ajudar profissionais que trabalham com edição de imagens. Se você se identifica com algum desses perfis, com certeza este material foi feito para você.

 

👉 Veja também: 10 Dicas Para Novos Donos de Mac

Calibrando o monitor do Mac

Neste tutorial vamos te ensinar como calibrar o monitor do seu computador Apple, ajustando e melhorando a qualidade das cores exibidas na tela, vamos lá?

 

1. Clique no Menu Apple > Preferências

 

2. Em seguida clique em “Monitores” ou “Telas”, caso esteja utilizando versões mais recentes do MacOS.

 

 

3. Clique em “Cores”, localizado nas abas na parte superior da janela.

 

4. Em seguida clique no botão “Calibrar” com a “tecla Option” pressionada no teclado. Isso abrirá o Apple Display Calibrator Assistant no Modo Especialista.

 

5. O Modo especialista oferece acesso a mais recursos de calibração de cores.

 

 

6 . Agora, clique em Continuar. De fato, você vai clicar “Continuar” após concluir cada uma das etapas a seguir. Se você não ver esta tela, volte e certifique-se de apertar a tecla “Option no Teclado” ao clicar no botão “Calibrar” 

7. Configure o “Gamma nativo”. Esta configuração, te ajudará a melhorar a visão permitindo manter uma distância de pelo menos um metro de distância de sua tela. Ajuste o controle deslizante esquerdo até que o brilho do logotipo da Apple corresponda ao fundo. Em seguida, ajuste o controle deslizante direito até que a forma do logotipo da Apple seja neutro em comparação com o fundo.

8. Clique em Continuar para repetir a etapa mais quatro vezes. Repetir esta etapa ajuda a determinar as curvas de resposta de luminância nativa de sua tela.

 

9. Configure uma Gamma. Esta configuração permite ajustar o contraste geral da tela. O assistente vai te instruir a verificar a imagem à direita do menu para ver como as diferentes opções de contraste afetam sua tela. Você também verá o nível de gama numérico se ativar a caixa de seleção “Usar gama nativa”.

 

Você pode mover o controle deslizante até atingir o contraste desejado. À medida que ajusta o contraste, você também verá as alterações atualizadas em tempo real no visor.

Importante: É recomendado manter o nível de gama padrão de 2.2 se você estiver usando o Mac para sites, apresentações do PowerPoint e games. Para trabalhar em imagens que serão impressas em máquinas de última geração, um nível de gama de 1.8 é recomendado.

 

10. Escolha um ponto branco. Aqui, você pode personalizar a tonalidade geral da cor de sua tela. Por padrão, a caixa de seleção para Usar ponto branco nativo está habilitada. Para personalizar isso, desmarque a caixa e escolha um ponto branco movendo o controle deslizante. Você também pode escolher entre três predefinições de ponto branco padrão de D50, D65 e 9300

Importante: O ponto branco define como seu monitor verá a cor branca. A maneira como o olho humano vê o branco dependerá do calor da fonte de iluminação. Assim, o ponto branco é medido em graus Kelvin (° K). D50 ou 5000 ° K é melhor para gráficos que serão impressos, pois é o mais próximo do branco neutro. Para gráficos baseados na web ou outro trabalho que será visualizado em uma tela, D65 ou 6500 ° K é recomendado.

 

11. Configure as opções do administrador. Se você tiver privilégios de administrador, poderá decidir se permitirá que outros usuários vejam a tela com as configurações calibradas. Se desejar fazer isso, marque a caixa de seleção Permitir que outros usuários usem esta calibração. Caso contrário, deixe-o desmarcado.

12. Nomeie o perfil de exibição. Se você deseja salvar as configurações de calibração, pode atribuir um nome a elas. Na próxima vez que você quiser usá-lo, simplesmente procure-o no painel Display na guia Color.

13. Verifique o resumo do seu perfil. O “Assistente de Display” fornecerá um resumo de suas configurações calibradas na guia Conclusão. Você pode clicar em Voltar se quiser alterar uma configuração. Caso contrário, clique em Concluído para sair do calibrador.

 

Se você quiser ver suas alterações, volte para Preferências do Sistema> Vídeo> Cor. Em seguida, clique nos diferentes perfis de exibição para ver de qual você mais gosta.

 

 

Considerações Finais

Se você está tendo problemas para calibrar o monitor do Mac, talvez seja a hora de comprar um novo. Confira em nossa loja no Magazine Super Apple. 

 

Video para ajudar : )

 

 

.

.

.

Como colocar um iMac na parede

Poucas pessoas sabem, mas a Apple oferece uma solução para pessoas que querem colocar seu iMac ou Cinema Display na parede, o nome é KIT VESA.

 

O Kit Adaptador de Montagem VESA permite que seu computador iMac de 24 ou 27 polegadas ou seu LED Cinema Display de 24 ou 27 polegadas seja utilizado com uma variedade de soluções de montagem alternativas, tais como suportes de parede e braços articulados que não ocupam espaço baseados na interface de montagem de tela plana VESA (FPMI).

 

Com uma ferramenta deste kit, é possível remover o iMac ou o suporte da tela e fixar o Adaptador de Montagem VESA. Com o Adaptador de Montagem VESA conectado, seu computador ou monitor atende à especificação VESA MIS-D, 100, versão C.

 

Veja mais materiais do blog:

 

Para quem preparamos este material

Este material foi produzido para ajudar pessoas que querem colocar o Cinema Display ou iMac na parede! Este recurso tem sido muito útil para profissionais que ficam por muito tempo na frente da tela do computador, especialmente para aqueles que precisam de ergonomia para ter mais produtividade.

 

Se você se identificou, veja este material até o final e aprenda como melhorar a disposição do seu iMac ou Monitor Apple.

 

Veja alguns exemplos de iMac na Parede

 

Como colocar um iMac na parede

Compatibilidade

O Kit Vesa funciona com os seguintes modelos de iMac e Cinema Display:

  • iMac de 24 polegadas (alumínio e vidro)
  • iMac de 27 polegadas (fim de 2009, metade de 2010 e metade de 2011)
  • LED Cinema Display de 24 polegadas
  • LED Cinema Display de 27 polegadas
  • Apple Thunderbolt Display de 27 polegadas

Esse é o link para comprar o adaptador VESA para os modelos acima. Se você tem um iMac Pro o kit Vesa correto é esse: Clique aqui para conhecer!

Como instalar o Kit Vesa no iMac

Como fazer backup do Mac com o Time Machine

Tão importante como organizar e atualizar arquivos é realizar backups ou cópias de segurança diariamente no Mac. Já vimos muitas pessoas perdendo suas informações pessoais por não fazerem essas cópias. O assunto é tão importante que aqui no blog já ensinamos como fazer backup do iPhone. Neste artigo vamos ensinar como fazer bachup do Mac com o Time Machine.

Para quem preparamos este material

Este material foi preparado para pessoas que usam o Mac e desejam fazer a configuração padrão do backup do Mac utilizando o Time Machine, função fundamental para um bom uso da tecnologia.

Entendendo o Time Machine 

O Time Machine é um sistema de backup que já vem integrado ao seu Mac. Com ele é possível fazer uma ou mais cópias de segurança do Mac inteiro, incluindo:

  • Arquivos de sistema;
  • Aplicativos/programas
  • Contas de usuários;
  • Configurações pessoais;
  • Fotos, músicas, filmes e documentos.

A grande sacada da Apple com o backup do Mac com o Time Machine é que ele clona seu computador, literalmente. Isso te possibilita trazer de volta o Mac exatamente como estava em determinada data,  diferente dos outros programas de backup, que guardam somente uma cópia de todos os arquivos.

 

Veja também:

Como fazer seu primeiro backup

Para configurar o Time Machine siga os passos a seguir:

 

1. Conecte um dispositivo de armazenamento externo

Conecte seu HD externo na porta USB, Thunderbolt ou FireWire do Mac. Caso não tenha um HD Externo, você pode utilizar um iPod Classic ou mesmo um DVD, claro que dependendo do tamanho do backup a ser realizado. Evite fazer backups em pendrives, o motivo é que o mesmo não oferece segurança como as sugestões anteriores. A Apple oferecia uma excelente solução para backup sem fio, o Time Capsule. Talvez você ainda encontre algumas unidades no mercado paralelo.

Como fazer backup do Mac com o Time Machine

2. Ative o Time Machine

Caso você ainda não tenha utilizado seu disco externo no Mac, o Time Machine perguntará se deseja usá-lo como Disco de Backup. Para isso aparecerá uma janela como essa abaixo. Clique em “Usar como disco de Backup” para assim confirmar.

 

⚠️ Importante: Se você conectar um disco com dados armazenados, o Time Machine irá apagá-los. Neste caso, recomendamos que faça um backup dos dados do disco em outra unidade de armazenamento, mesmo que temporariamente. 

 

 

3. Configure o Time Machine

Agora que as Preferências do Time Machine estão abertas, dentro do Preferências do Sistema no Mac, você poderá clicar no botão “Selecionar Disco de Backup”

4. Selecione o disco externo na lista de discos disponíveis. Em seguida, selecione “Criptografar Backups” caso tenha dados confidenciais e queira mais uma camada de segurança, lembre-se de guardar sua senha de acesso em um local seguro e de fácil acesso para uso posterior. Depois de escolher o disco de destino para o backup, clique em usar Disco.

 

Note que o Time Machine mostrará algumas informações como Nome do dispositivo, espaço disponível, datas do backup mais antigo e o mais recente. O Time Machine também oferece um atalho, que fica no canto superior direito, próximo ao relógio, além de disponibilizar as notificações na Central de Notificações do Mac

 

Considerações finais

O primeiro backup pode demorar bastante, por isso uma boa opção é deixá-lo trabalhando durante a madrugada, mas lembre-se: é importante que esse processo não seja interrompido. Caso tenha necessidade, pode utilizar seu computador durante o processo de backup. Conecte seu Disco Externo pelo menos umas vez por semana, caso contrário o backup não será realizado.

 

Esperamos ter ajudado!

 

Se você gostou, deixe um comentário abaixo : )

Conheça as 5 Melhores Dicas Para Melhorar seu Mac Lento!

Um Mac Lento te deixa irritado? Se sim, você não é o único! Neste artigo você aprenderá 5 dicas para melhorar o desempenho do seu Mac.

 

Que o Mac é um excelente computador, ninguém tem dúvida, pena que as vezes ele tende a ficar lento. Isso fica nítido quando a bendita bolinha colorida insiste em não parar de girar, mesmo quando queremos fazer tarefas básicas no computador. Se você está passando por isso, sabe do que estamos falando.

 

A boa notícia é que preparamos este material para te ajudar a resolver definitivamente este problema, mesmo sendo um usuário absolutamente iniciante no Mac, o computador da Apple.

 

Mac lento

Para quem preparamos este material

Desenvolvemos este conteúdo para pessoas que estão com dificuldades no uso do Mac, que pode estar lento. Seja para abrir um programa ou enviar um email o Mac sempre demora uma eternidade, o que é terrível.

 

Ao final deste artigo as chances do seu Mac lento se tornar um Mac rápido será muito grande! Veja este conteúdo até o fim, só assim você garantirá o resultado positivo em seu Mac : )

 


🚩 Importante: Se você vai atualizar o sistema seu Mac para a última versão, veja o artigo 4 passos importantes antes de instalar o MacOS . Lembre-se de fazer o backup periodicamente  Clique aqui para aprender como fazer o backup do seu Mac!


 

Mac lento

Principais motivos que deixam seu Mac lento

Qualquer Mac começa a ficar lento com o passar do tempo. Seja um MacBook Pro, iMac ou Macmini, não importa, hora ou outra ele ficará lento. Mas não se preocupe, isso é perfeitamente aceitável.

 

Neste tutorial vamos te mostrar 5 dicas para melhorar o desempenho e deixar o seu Mac mais rápido. Algumas dicas funcionam melhor do que outras (dependendo do modelo do Mac), mas mostraremos todas aqui para que você decida quais usar para transformar um Mac lento em um Mac mais rápido.

 

 

Abaixo alguns motivos que podem deixar seu Mac lento:

 

  • Armazenamento de aplicativos, arquivos e dados desnecessários;
  • Registros e conteúdos de cache;
  • Área de trabalho cheia de arquivos;
  • HD com excesso de dados;
  • Falta de manutenção preventiva

 

Ps. Se você acha que o problema do seu Mac é a internet que está lenta Veja este artigo!

 

Mac lento

Okey Super Apple, mas como resolvo meu problema?

 

A melhor forma de melhorar o desempenho de um Mac Lento é a formatação, o problema é que isso pode afetar diretamente sua produtividade, principalmente se você o utiliza no trabalho. Sem contar no trabalho que dá, pois antes de para formatar seu Mac é preciso fazer o backup, apagar o disco, instalar o novo sistema e só depois trazer seu backup de volta.

 

O motivo é que a formatação limpa completamente o HD do computador, preparando-o para uma nova instalação de sistema operacional, por isso utilize este recurso somente em caso de extrema necessidade. Se você não que ter o trabalho de formatar seu Mac, não tem problema, neste artigo te ensinaremos 5 dicas para melhorar o desempenho do Mac Lento. Vamos lá! : )

 

Veja Também: 5 Motivos Que Deixam Seu Mac Lento e Como Resolve-los

 

 

Mac lento

1. Encerre Programas e Processos Desnecessários

Quando há muitas coisas em execução em segundo plano, o computador Apple não consegue sequer lidar com tarefas simples. Como este é um dos principais motivos que deixam um Mac lento, o ideal é encerrar programas e/ou processos desnecessários sempre que você achar que está difícil utilizar seu Mac.

 

Para descobrir quais programas e processos estão sendo executados em segundo plano, você pode utilizar o aplicativo “Monitor de Atividade”, um aplicativo padrão desenvolvido pela Apple que funciona como uma espécie de Gerenciador de Tarefas do Windows. Você pode abrir o Monitor de Atividade para visualizar todos os programas e processos que estão em execução no seu computador Apple. Para iniciar o Monitor de Atividade, pressione Comando + Espaço para abrir a pesquisa Spotlight, digite Monitor de Atividade e pressione Enter. Você também pode abri-lo acessando-o na pasta Aplicativos/Utilitários

 

Mac lento

 

Clique no cabeçalho “% CPU” para classificar por uso da CPU e ver os aplicativos e processos em execução usando a maior parte da capacidade de processamento. Em alguns casos, pode haver um único aplicativo descontrolado usando 99% da CPU, o que acaba deixando seu Mac muito lento. Para forçar o encerramento de um processo, selecione-o clicando nele e clique no botão X na barra de ferramentas.

 

Mac lento

 

Você também pode encerrar os aplicativos que estão rodando em segundo plano diretamente no Dock do Mac. Para isso, basta encontrar o ícones que tem o pequeno ponto preto abaixo, em seguida clique e segure com o cursor do mouse para encerrar o aplicativo.

 

Mac lento

 


🚩 Importante: Certifique-se de que não está forçando o encerramento de um processo que está fazendo algo importante.  Sempre comece pelos aplicativos que consomem muitos de recursos, desde que não sejam fundamentais para a realização dos seus trabalhos com o Mac neste momento.


 

 

Mac lento

2. Apague Arquivos e Pastas Desnecessários

Nada deixa um Mac mais lento do que ter muita coisa no HD. Se você puder aliviar o excesso de dados no HD do Mac, verá um aumento da velocidade imediatamente. Com certeza, o armazenamento em excesso de aplicativos e arquivos desnecessários é uma das causas mais comuns da lentidão do Mac. Isso ocorre porque dependendo da quantidade, o espaço ocupado no HD ou SSD pode afetar diretamente o processamento do seu Mac, dificultando o sistema de encontrar os arquivos que precisa para rodar 100%.

 

Mac lento

A saída neste casso, é limpar o HD do Mac e liberar espaço para o sistema “rodar mais leve”. Infelizmente, isso não é tão fácil quanto parece. A única parte que consideramos realmente fácil é livrar-se dos seus filmes antigos, organizar a sua área de trabalho e apagar arquivos muito grandes e pesados, aqueles que você não precisa mais.

 

A parte mais difícil é limpar o sistema e descobrir tudo o que pode ser removido com segurança para ter mais espaço. A melhor opção é usar uma ferramenta de limpeza, como o CleanMyMac, que limpa todo o Mac, cuidando tanto da parte fácil, quanto da difícil. Ele sabe o que e onde limpar, e é incrivelmente seguro de usar. Ele remove caches, registros, pacotes de idiomas e muito mais para ajudar a acelerar o Mac — clique aqui e baixe o trial gratuitamente.

 

 

Mac lento

3. Limpe o Ítens de Inicialização

Sempre vale lembrar que uma inicialização limpa ajuda muito a acelerar um Mac lento. Quando o Mac liga mais rápido, ele leva menos tempo para fazer qualquer tarefa que é solicitada. Você praticamente nem precisa esperar que o Safari ou Mail sejam abertos — isso acontece quase que instantaneamente. Mas como conseguir ter essa velocidade com seu Mac? Quando você liga seu computador apple, ele abre vários apps, que podem ser desnecessários no inicio do seu trabalho com o sistema.

 

No Mac é possível configurar para que, ao iniciar o sistema, apps que você utiliza com frequência também sejam iniciados… ou não! Esse é um recurso fantástico, mas dependendo do seu computador pode ser uma pedra no seu sapato. O recomendado é sempre deixar a inicialização limpa, ou seja, ao ligar seu Mac somente o básico, como sistema e recursos como wi-fi serão iniciados.

 

Desative os itens que iniciam com o sistema. Veja abaixo como desativar os itens de inicio no seu Mac:

 

  • Clique no Menu Apple depois em Preferências do Sistema.

Mac lento

  • Agora, clique em Usuários e Grupos.

Mac lento

  • Em seguida clique sobre seu usuário, em seguida Itens de Inicio. Aqui selecione os itens que não deseja que abram quando você ligar o sistema, depois clique no pequeno sinal de menos (-) para exclui-los. Lembre-se de desbloquear o pequeno cadeado, localizado no canto inferior esquerdo da janela:

Mac lento

 

 

 

Mac lento

4. Redefina a NVRAM do seu Mac Lento

Partindo para uma ação mais hardcore recomendamos a redefinição da NVRAM ou PRAM, que zera o que a Apple chama de “memória de acesso aleatório não volátil” e “Parâmertro RAM” respectivamente. Ok, sei que do ponto de vista do leigo, tudo isso pode parecer complexo. Mas não se preocupe, nós vamos te ajudar a entender : )

 

A NVRAM é responsável por armazenar ajustes do sistema, que podem ser acessados rapidamente pelo sistema do seu Mac. Alguns ajustes que podem ser armazenados na NVRAM do seu Mac incluem o volume do som, informações de fuso horário e até qual disco seu computador vai utilizar para carregar o sistema. A PRAM armazena informações parecidas da NVRAM, o que pode mudar são os modelos de Macs, compatíveis com elas.

 

Para redefinir a NVRAM/PRAM siga os passos abaixo:

 

  1. Desligue o Mac.
  2. Localize as seguintes teclas no teclado: Command (⌘), Option, P e R.
  3. Ligue o Mac.
  4. Mantenha as teclas Command + Option + P + R pressionadas imediatamente após ouvir o som de inicialização.
  5. Mantenha essas teclas pressionadas até o computador inicializar e você ouvir o som de inicialização pela segunda vez.
  6. Solte as teclas.

mac lento

 

 

Mac lento

5. Recorra a Softwares Terceiros

Se você não estiver com tempo (e disposição) para passar algumas horas tentando deixar o Mac mais rápido, talvez seja interessante recorrer a softwares que pode te poupar de todo trabalho manual. Já testamos vários desses que se auto-intilulam “limpadores de Mac” e o CleanMyMac foi o único que aprovamos. Ele é a melhor forma de acelerar um Mac, mesmo que seja antigo. Um de seus principais recursos de velocidade combate a lentidão no sistema, além de:

 

  • Desativar apps travados;
  • Liberar memória RAM com um clique;
  • Desinstalar aplicativos desnecessários e malwares;
  • Desativar altos consumidores de memória;
  • Executar scripts de manutenção do macOS;
  • Desativar itens de início extras e muito mais.

 

Veja o video demonstrativo ⤵️

 

 

🚩 Clique aqui para baixar sua cópia do CleanMyMac

 

Mac lento

BÔNUS: Verifique Vírus e Malware

Sabemos que o Mac tem menos probabilidade de pegar um vírus do que o Windows. No entanto, isso não quer dizer que seu Mac não ficará infectado.

Existe sim a possibilidade de infecção por vírus ou malware, por isso certifique-se de ter um bom antivírus, pois um Mac infectado tende a ficar lento. Embora o Mac tenha um sistema consideravelmente seguro, ele não é garantido 100%, infelizmente :-/

Neste artigo sugerimos os 6 melhores antivírus para Mac!

 

 

Super Videoaula Prática!

Se você fez tudo que sugeri no artigo e ainda assim seu Mac ficou lento, considere outras soluções que apresento nesta videoaula:

 

Mac lento

Considerações finais

Lembre-se que estas 5 dicas são apenas para tentar melhorar o desempenho de imediato, mas dependendo da situação, podem não corresponder suas expectativas. Nos últimos anos muitas aplicações tem sido desenvolvidas com vários recursos, o que as tem deixado muito pesadas, o que pode ser um problema no caso de Macs mais antigos. Se este for seu caso considere um up-grade de hardware como memória ram e HD, além de uma formatação é claro. Espero que aproveite as dicas e que seu Mac Lento não fique tão lento assim : )

 

3 Formas de recuperar arquivos deletados no Mac, sim você pode!

Aprenda como recuperar arquivos apagados do seu computador Apple, mesmo que a lixeira esteja esvaziada.

 

Sem querer você apagou um arquivo importante no seu Mac? Se sim, não se preocupe, você tem 3 maneiras de recuperar seus arquivos deletados no Mac. Neste artigo você aprenderá formas de recuperar arquivos deletados no Mac através de 3 dias práticas.

 

🚩 Importante: faça os procedimentos para recuperar seus arquivos utilizando uma (ou mais) maneiras abaixo o quanto antes, isso por que se o arquivo apagado do Mac for subscrito, suas chances serão muito pequenas!

 

Para quem preparamos este material

Escrevemos este artigo focado em ajudar pessoas comuns que utilizam o computador da Apple, mas que por algum motivo apagaram arquivos importantes do Mac, esvaziando inclusive a Lixeira do computador.

 

Se este for seu caso, não se preocupe, você não é o único! Isso é mais comum do que você imagina : ) Vez ou outra temos alunos com dificuldades de recuperar arquivos apagados do computador. Veja este artigo até o fim, você vai conseguir recuperar os arquivos apagados do seu Mac : )

 

 

Porque recuperar arquivos deletados no Mac?

Quando você esvazia a Lixeira do Mac, não significa que os arquivos foram definitivamente excluídos, mas sim que o acesso a eles foi negado a pelo do sistema. Em outras palavras, muitos dos arquivos deletados ainda estão no HD do computador aguardando a subscrição de outros arquivos, ou seja, até que outros arquivos ocupem aquele espaço passando por cima dos seus arquivos deletados no Mac.

 

Isso significa que você ainda tem uma chance de recuperar seus arquivos que foram deletados do seu Mac…

Siga os passos deste artigo o quanto antes, caso contrário o risco de você perder os arquivos definitivamente é muito grande. Importante: Isto só é válido se você não esvaziou o Lixo no modo “Esvaziamento Seguro” do Menu Finder no canto superior esquerdo, ok?

como_recuperar_arquivos_deletados_no_Mac

 

3 Maneiras de Recuperar Arquivos Deletados No Mac

Basicamente, existem três formas de recuperar arquivos deletados no Mac. Embora pareçam simples, as três dicas abaixo são muito funcionais e garantem o resultado para a maioria das pessoas que as utilizam.

 

Se você aplica-las no seu Mac com certeza terá algum resultado, podem recuperar até 100% dos seus arquivos apagados do HD. Agora chega de enrolação, vamos para elas:

 

1. Pela própria Lixeira

Recentemente escrevi um artigo ensinando como restaurar arquivos deletados no Mac de volta ao local de origem.

 

Este artigo foi criado com foco em novos usuários de Mac, portanto seu conteúdo é básico. De qualquer forma, nele ensino como recuperar arquivos deletados colocando-os no local de origem. Para acessar o conteúdo deste arquivo clique aqui! Já vi este recurso ajudar muitas pessoas, principalmente quando não se sabe o local de origem do arquivo apagado no Mac.

 

2. Pelo Backup do Time Machine

Se você tem o bom hábito de fazer backup do seu Mac regularmente com o Time Machine, com certeza terá uma cópia segura dos seus arquivos no seu Time Capsule ou HD externo. O Time Machine é o sistema oficial de backup do Mac, com ele você faz o backup automático caso utilize o Time Capsule.

Para aprender como recuperar seus arquivos deletados veja este artigo, onde ensino TUDO sobre o backup do Mac. Se você quiser uma aula prática, seja este vídeo: Backup do Mac – Guia Prático do Usuário

Lembre-se de ter o backup como prioridade no seu dia a dia ok?

: )

 

3. Por aplicativos de terceiros

Existem diversas soluções de terceiros que permitem a recuperação informações perdidas em seu HD. Algumas soluções são boas, outras nem tanto, principalmente os gratuitos. Eu particularmente, só uso o DiskDrill, que acredito ser o melhor do mercado. Com o DiskDrill é possível recuperar arquivos deletados do Mac de forma prática e rápida!

 

👉 Clique aqui para baixar uma cópia no seu Mac

O DiskDrill Funciona! Veja o vídeo.

 

Como o DiskDrill é fácil de usar, qualquer pessoa, mesmo com pouco conhecimento no Mac pode recuperar arquivos como fotos, filmes, músicas e arquivos de texto, slides e planilhas.

 

Tenho certeza que você conseguirá recuperar seus arquivos apagados no Macbook, iMac ou Mac mini. O fato é que todas resolverão o seu problema, pelo menos teoricamente. Clique aqui para baixar o DiskDrill

 

Considerações Finais

Todos os aplicativos que recuperam dados do Mac utilizam recursos similares, mas há alguns que além de não recuperarem todos os arquivos ainda deixam o Mac lento. Por este motivo vou recomendar somente o DiskDrill.  Infelizmente não encontrei nenhum aplicativo do tipo em português, por isso se você não tem domínio de inglês procure alguém que o tenha para te auxiliar.

Se você gostou do artigo não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Forte abraço e até a próxima!

Seu Mac faz muito mais!

Deixe seu comentário abaixo…

Conheça 5 Super Dicas Que Você Precisa Saber Sobre o Pré-Visualização no Mac

Super Dicas de Pré-Visualização no Mac

 

De todos os aplicativos que já vem instalados no Mac, provavelmente o Pré-Visualização é o que mais utilizamos. Embora esse pequeno programa não cause muito impacto visual, ele trabalha muito bem nos oferecendo possibilidades úteis para o dia a dia.

 

Aqui no blog já ensinamos como converter várias imagens de uma vez utilizando o Pré-visualizador e como adicionar textos em fotos.Como estes tutoriais foram muito bem aceitos e acessados, vamos seguir nesta linha oferecendo mais soluções práticas para nosso dia a dia!

 

Desta vez vamos te ensinar 5 dicas que você precisa saber sobre o Pré-Visualização no Mac. Dicas estas, que farão muita diferença em sua produtividade, vamos lá?

 


Veja também

 

Para quem preparamos este material

Preparamos este material (cuidadosamente diga-se de passagem) para pessoas que utilizam o Mac em seu dia a dia.

Nosso objetivo é mostrar real potencial que o Pré-Visualização pode oferecer para pessoas que utilizam o Mac para profissionalmente, ou simplesmente para uso pessoal.

 

1. Múltiplos arquivos: Mesmo que os arquivos tenham formatos diferentes, o Pré-Visualizador abre todos de uma só vez. Você pode abrir uma janela de visualização para cada um deles, mas é bem mais fácil trabalhar com vários arquivos em uma única janela. Para isso faça o seguinte:

➡ Selecione um ou mais arquivos pressionando shift + clique do mouse. Para selecionar arquivos aleatórios, clique sobre eles com a tecla command pressionada. Após selecionar clique com o botão secundário do mouse e escolha Abrir com > Pré-Visualização.

Note que o Pré-visualizador abriu os três arquivos, mesmo que os mesmos tenham formatos diferentes como JPG, PNG e PSD. Importante: se acontecer do Pre-Visualização abri-los em janelas diferentes, você poderá combina-las clicando em Janela > Combinar todas as janelas

Feito isso, note que os arquivos ficarão separados por abas! Assim, será possível manipulá-los em uma única janela, facilitando muito nossa vida : )

 

2. Balões de Fala: Se você é daqueles(as) que gosta de um meme, principalmente quando for para brincar com amigos e familiares, esta é uma ótima dica.

Com o Pré-Visualização no Mac é possível utilizar notas e balões de fala para comentar textos em uma imagem (foto do iPhone por exemplo) e PDF. Estes itens costumam ser utilizados em conjunto com as ferramentas de destaque, sublinhado e tachado que ficam posicionadas na parte de cima do aplicativo.

 

3. Compartilhamento de arquivos: Sim, é possível compartilhar seus arquivos a partir do Pré-Visualizador. Isso inclui email, iMessage, AirDrop, Twitter, Facebook e Flickr. Para compartilhar seu arquivos clique na pequena seta localizada na parte superior da janela do programa.

 

4. Edição de cores: Um recurso muito útil do Pré-Visualização no Mac é o Editor de cores, principalmente quando se está navegando por fotografias. Para utilizá-lo clique no menu Ferramentas > Ajustar Cor.

 

 

Depois de clicar em Ajustar Cor, uma pequena pop-up se abrirá na tela com opções de configuração de cores e ajustes finos. Nela você poderá fazer os ajustes que desejar…

Agora ferramentas como Exposição, Contraste e Saturação estarão disponíveis no Pré-Visualização.

 

 

5. Apresentação de Slides: Com o Pré-Visualização do Mac também é possível apresentar suas imagens em slides, o que facilita muito, principalmente se você tiver que mostrar as fotos na pequena tela de um Macbook Air de 11 ou 13 polegadas por exemplo.

Com as imagens abertas clique em Visualizar > Apresentação de Slides

Depois disso sua imagem (ou suas imagens) aparecerá em tela cheia. Vale lembrar que depois que elas estiverem em tela cheia aparecerá algumas opções de comando na parte inferior da tela, elas servem para avançar, pausar ou retroceder sua apresentação.

Espero que as dicas sejam úteis! Não deixe de seguir o Super Apple nas redes sociais, ok? Se quiser conhecer mais funções do Preview do MacOS você pode clicar aqui para acessar o material oficial da Apple.

Forte abraço e até a próxima.