Como Escolher o Desktop Mac Certo Para Você – Guia do Comprador

 

Como Escolher o Desktop Mac Certo Para Você – Guia do Comprador

Não há dúvidas que o desktop Mac é a melhor opção para quem quer um bom computador, mas não precisa da portabilidade de um Macbook. Por outro lado também é uma boa opção para queles que não abrem mão das comodidades que a Apple oferece.

👉 Veja também: Como Escolher o iPad Certo Para Você; Guia do Comprador!

Primeiramente é preciso falar que a Apple fabrica poucas opções de desktops Mac. Na verdade existem apenas dois modelos que a maioria das pessoas deve considerar. Portanto, podemos resumir nosso guia do comprador em duas frases:

Se você deseja um Mac com uma excelente tela integrada, adquira um iMac. Se você deseja um Mac de mesa mais barato com mais portas e não se importa em comprar ou reutilizar um monitor, adquira um Mac mini.

Continue lendo o artigo e conheça todos os detalhes.

Também abordaremos toda a terminologia que você pode encontrar ao comprar um Mac e o que significa, também discutiremos quem pode querer considerar um PC com Windows. Além disso, exploraremos os prós e os contras do mais novo Mac de mesa, o Mac Studio, que a Apple projetou para profissionais de mídia que editam fotos ou vídeos ou fazem outros trabalhos com uso intensivo de gráficos.

Para quem preparamos este material

Imagem ArtStation

Preparamos este material para ajudar na escolha de um novo computador Apple. Se você se identifica com isso, veja este material até o final, com certeza vai te ajudar!

Quem precisa de um Desktop Mac

Um desktop Mac é melhor para alguém que trabalha em uma mesa e prefere o sistema operacional macOS. Além disso também pode ser para pessoas que geralmente gostam de usar dispositivos Apple como iPhone e iPad, neste caso a integração é perfeita. A questão “Mac ou PC?” tem sido muito presente hoje em dia, principalmente pela excelente qualidade dos computadores Windows disponíveis no mercado.

Mas a verdade é que, no final o que realmente conta são as preferências pessoais

Se você gosta de Macs ou produtos da Apple em geral, compre um Mac. Se não gosta, pode encontrar ótimas opções do Windows.

Quando você está considerando comprar um computador o orçamento também é um fator muito importante. No caso dos desktops Mac OS valores são (consideravelmente) altos, se comparados com equivalentes Windows. Entretanto, é importante falar que o tempo de vida útil de um computador Apple é maior do que um PC Windows, por isso é preciso levar isso em consideração.

Por exemplo: Este artigo está sendo escrito em um MacBook Air de 2011, que está funcionando perfeitamente. Já se fosse um PC 2011 ele não estaria aqui para contar a história… 

Ok, mas será que vale mesmo a pena comprar um Desktop Mac?

Imagem DPReview

Com base em nossos testes e pesquisas, concluímos que o Mac mini tem preços competitivos em relação a outros mini PCs, o Mac Studio é mais barato e mais poderoso do que qualquer um de seus concorrentes de tamanho semelhante e o iMac é geralmente mais caro do que outros PCs em um. O iMac também possui uma tela de resolução mais alta do que seus concorrentes, mas isso pode ser menos importante do que o preço, principalmente quando você faz compras com orçamento limitado.

Embora o termo “desktop” possa significar que você precisa de muito espaço na mesa para seu novo computador, o tamanho dos Macs atuais vai te impressionar. No caso do iMac, o computador é integrado em uma tela fina. Além disso, considere que você não precisa de mais espaço para uma CPU extra. O fato é que o monitor, bem como o mouse e teclado, não exigem um grande espaço fisico, ponto positivo para o iMac.

Se você deseja uma base para organizar sua rotina digital, um desktop Mac é uma ótima opção, já que a sincronização com outros aparelhos da Apple é muito boa.

A Apple não oferece muitas opções para personalizar seu computador, mas mesmo assim você ainda deve se certificar de que está fazendo a escolha certa. O aspecto mais importante é confirmar que seu novo computador sistema estará equipado com um processador Apple Silicon (em vez de um dos poucos modelos baseados em Intel que a Apple ainda oferece), além de memória RAM e armazenamento suficiente para mantê-lo funcionando por muito tempo.

Veja abaixo os principais itens que você precisa considerar antes de comprar seu novo equipamento Apple.

1. Monitor é um fator muito importante!

A primeira decisão que você precisa tomar é se precisa de um desktop com tela integrada, ou seja o famoso tudo em um.

Imagen Pocket-lint

Se você está procurando um desktop multifuncional com tela, a Apple atualmente vende apenas o iMac de 24 polegadas, tornando sua escolha mais fácil. (Continue lendo para ler conselhos sobre quais especificações escolher.) Mas se você já possui um monitor ou planeja comprar um ao lado de sua área de trabalho, sua escolha é entre o Mac mini e o Mac Studio.

Imagem Mac mini 

2. Entenda sobre portas e conexões 

O Mac mini e o Mac Studio oferecem boas seleções de portas USB-A, USB-C, Ethernet e HDMI, permitindo que você conecte praticamente qualquer monitor, teclado, mouse e demais acessórios que possa precisar. O iMac, em sua configuração básica, possui apenas duas portas USB-C (embora você possa atualizá-lo para quatro), o que significa que qualquer acessório necessário que não se conecte via USB-C precisará de um adaptador.

Imagem Tech Advisor

A Apple faz um bom trabalho em manter suas portas atualizadas com as especificações mais recentes, portanto, as portas USB-A e USB-C do seu computador devem ser compatíveis com a maioria dos acessórios que funcionam com Macs. Lembre-se, no entanto, de que o iMac e o Mac mini oferecem suporte a Thunderbolt 3 em suas portas USB-C – apenas o Mac Studio oferece suporte a Thunderbolt 4. Isso é relevante apenas para pessoas que usam portas USB-C para transferir grande quantidade de dados, carregar notebooks ou alimentar telas 4K.

Veja quais desktops têm quais portas, excluindo conexões de energia:

  • iMac: dois USB-C (configuráveis ​​até quatro USB-C), fone de ouvido
  • Mac mini: dois USB-C, dois USB-A, um HDMI, um Ethernet de 1 Gbps, entrada para fone de ouvido
  • Mac Studio: seis USB-C (dois frontais, quatro traseiros), dois USB-A, um HDMI, um Ethernet de 10 Gbps, entrada para fone de ouvido

3. Processador para deixar seu Mac ainda mais rápido

O primeiro processador personalizado da Apple, chamado M1, é utilizado na maioria dos computadores desktop da empresa, bem como sua linha de MacBook. O M1 é impressionantemente rápido e eficiente e é mais do que suficiente para a maioria das tarefas domésticas e de escritório. A maioria dos jogos é construída para rodar em processadores Windows em vez do chip M1, então o macOS não suporta a maioria dos títulos de jogos AAA, com exceção de um catálogo relativamente pequeno de jogos que os desenvolvedores portaram para Macs.

imagem Apple

Um PC Windows com uma placa gráfica dedicada é melhor para jogos. Para quem edita fotos ou vídeos, o Mac Studio pode ser equipado com o chip M1 Pro ou M1 Max. Em nossos testes, o M1 Pro foi mais do que suficiente para editar fotos raw e vídeo 4K, igualando a velocidade de um PC customizado com um processador AMD Ryzen 9 5900X e uma placa de vídeo Nvidia GeForce RTX 3070 Ti. Se você edita vídeo de baixa resolução com pouca frequência ou trabalha com design, o chip M1 é uma opção mais barata que ainda fará o trabalho.

4. Memória RAM

Testes já mostraram que os 8 GB de RAM fornecidos com a maioria dos Macs e MacBooks básicos são suficientes para tarefas domésticas e profissionais básicas, como navegar na internet, trabalhar com documentos e assistir a filmes ou programas de TV.

Imagem Freepik

Se você não conseguir fechar uma aba do Chrome para salvar sua vida, se executar muitos aplicativos intensivos ao mesmo tempo ou se trabalhar com frequência com grandes arquivos de mídia, recomendamos aumentar a memória do seu Mac para 16 GB. Como a RAM é como a memória de curto prazo do seu computador, essa atualização permite que mais aplicativos busquem mais dados ao mesmo tempo. No entanto, ao contrário das gerações anteriores de computadores Apple, você não pode mais atualizar a quantidade de RAM do seu Mac após a compra, portanto, certifique-se de obter a quantidade certa para sua situação.

5. Armazenamento Interno

Os 256 GB de armazenamento fornecidos com todos os desktops Mac já ajudam, mas a melhor maneira de avaliar quanto armazenamento você precisará é verificar o que você já usa. Se você tiver menos de um terço do seu armazenamento atual restante, vale a pena aumentar o armazenamento do novo computador de 256 GB para 512 GB ou de 512 GB para 1 TB. Isso garante que você terá espaço para aumentar as coleções de documentos, fotos, vídeos e todos os outros dados sincronizados entre seus dispositivos Apple.

A maioria das pessoas tem apenas duas opções para um desktop Mac: iMac ou Mac mini. As diferenças entre esses dois computadores devem facilitar a decisão. O iMac tem uma tela embutida e menos portas, o que o torna melhor para pessoas que desejam o computador mais simples possível.

O Mac mini tem mais portas e permite que você escolha e conecte seu próprio monitor, tornando-o mais barato e simples de começar se você já possui um monitor. Ambos os computadores são executados no processador M1 da Apple, que é mais do que poderoso o suficiente para as tarefas diárias. Ambos os computadores funcionam bem como um computador doméstico ou de escritório, mas também podem lidar com algumas tarefas mais intensivas, como editar fotos de férias ou vídeos feitos no telefone.

A Apple também planeja oferecer suporte ao chip M1 nos próximos anos, para que você não precise se preocupar com o fato de o hardware ficar sem suporte por pelo menos cinco anos

No video abaixo falamos um pouco sobre os Mac Vintage e Obsoletos…

Primeira opção de desktop Mac: iMac M1

Se você deseja ter uma área de trabalho mais simples possível, compre um Apple iMac. Trata-se basicamente de uma tela com um computador embutido. A versão básica possui duas portas USB-C, utilizada para conectar unidades flash USB-C, conectar uma câmera para transferir fotos ou carregar um iPhone. O iMac de 24 polegadas não é barato – um Mac mini ou um PC all-in-one com Windows custam menos – mas tem uma estética limpa e uma tela de alta resolução, além de ser o único computador all-in-one que Apple vende.

Imagem Justin Youtube

O iMac vem com o processador M1 da Apple, que é poderoso e economiza energia além de ser silencioso, A tela de 24,5 polegadas possui uma resolução excepcionalmente alta de 4,5K com excelente precisão de cores, o que permite assistir a vídeos em 4K sem perder nenhum detalhe. A tela também atinge 500 nits de brilho, por isso é adequada para uso em ambientes claros e ensolarados.

Vale lembrar que o iMac não é a melhor opção se você quiser adicionar vários periféricos com fio ao seu computador, como mouses com fio, webcams ou dispositivos de armazenamento externo.

Segunda opção de desktop Mac: Mac mini

Se você quiser conectar seu próprio monitor, periféricos ou um HD externo, ou se precisar de mais portas, compre um Mac mini. Entretanto lembre-se de que, se você seguir esse caminho, precisará comprar seu próprio monitor, mouse e teclado.

Imagem Pro Tools Expert

Como o Mac mini funciona com o chip M1 da Apple, ele é potente e silencioso como o iMac e os MacBooks. A configuração básica vem com 8 GB de RAM e o macOS a usa com eficiência suficiente para recomendarmos essa quantidade para a maioria das pessoas. Quem trabalha com gráficos, ilustração ou qualquer outra edição leve de vídeo ou foto deve atualizar para 16 GB de RAM. O preço é sua principal preocupação? Neste caso é mais barato comprar o Mac mini básico e, em seguida, comprar um monitor, teclado e um mouse sem fio.

Terceira opção de desktop Mac: Mac Studio

O principal computador de mesa da Apple para criadores, editores de mídia e programadores é o Apple Mac Studio, sem dúvida. Este desktop Mac vem com o chip M1 Max ou M1 Ultra, ambos versões de maior potência do chip M1 encontrado no iMac e no Mac mini.

Apple Insider

O Mac Studio, que tem o tamanho de dois Mac mini, tem o maior número de portas de qualquer computador Apple, incluindo seis portas USB-C (quatro das quais suportam Thunderbolt 4), duas portas USB-A, um leitor de cartão SD, um Porta HDMI, uma porta Ethernet de 10 Gbps e um fone de ouvido. Graças a essa coleção de portas, você poderá conectar praticamente qualquer acessório, periférico, unidade de armazenamento ou monitor com poucos problemas.

Imagem Pocketin-int

O armazenamento SSD interno da Apple é muito caro; o Mac Studio é um candidato perfeito para uma unidade externa de alta velocidade, como um dispositivo de armazenamento conectado à rede (NAS) ou uma unidade externa de estado sólido.

Assim como no Mac mini, você precisa fornecer seu próprio monitor, mouse e teclado, mas esse é o caso de qualquer outro computador de mesa.

Sobre Jackson Roch

Especialista Apple, Consultor de Armazenamento Online e Gestor de Rede.