Como Limpar Seu Macbook da Forma Correta

 

Neste tutorial vamos te mostrar como limpar seu MacBook da forma correta. Siga o passo a passo e mantenha-o em boas condições para o dia a dia.

A Apple trabalhou muito no hardware, mas a verdadeira força da linha Mac é a dedicação da Apple em oferecer suporte a dispositivos mais antigos com frequentes atualizações de software. Tudo nos leva a crer que o Macbook tende a durar muito tempo.

Novos sistemas operacionais geralmente exigem hardware mais atuais. É por isso que novas variantes do macOS, como Monterrey, funcionam melhor nos Macs mais recentes. Por outro lado, os Macs mais antigos podem funcionar muito bem, desde que recebam os devidos cuidados.

 

Aprenda como limpar seu Macbook

Saber como organizar arquivos não só ajuda você a encontrar as coisas rapidamente, mas também mantém seu sistema de arquivos Mac simplificado. O melhor aplicativo de limpeza para o seu Mac é capaz de lidar com isso com facilidade. Felizmente, sabemos exatamente qual aplicativo de limpeza para Mac é melhor para você!

Também mostraremos como excluir vários arquivos, como monitorar as métricas de desempenho e discutir quais aplicativos mantêm seu computador funcionando melhor.

 

Por que a limpeza do Mac é tão importante?

Muitas pessoas tendem a se concentrar no hardware, ao considerar o desempenho do Mac. Os processadores mais recentes e as maiores capacidades de memória RAM definitivamente ajudam demais, porém o hardware não é tudo.

Em primeiro lugar, pense no seu Mac como uma casa. Se você tem uma casa enorme, deixa-la cheia de coisas não a torna uma casa em que você queira morar, certo? É ainda pior quando todos os pertences que você adquiriu estão espalhados pela chão.

Macs com sistemas de arquivos organizados e sem arquivos inúteis serão mais rápidos e confiáveis por anos. Além disso, você também pode pensar na sua pasta de lixo da mesma maneira. Quando você apaga arquivos no seu Mac, eles simplesmente vão para o lixo. Entretanto você não está realmente excluindo-os. Os aplicativos excluídos também acabam na pasta de lixo – e os aplicativos podem deixar para trás arquivos e pastas que você nem conhecia!

É provável que você também saiba da existência de arquivos duplicados no seu Mac. Às vezes, você duplica um arquivo para fazer alterações sem comprometer o original e esquece totalmente que agora tem duas versões de um mesmo arquivo.

Tudo isso contribui para que você não precise ocupar espaço no seu Mac. É um problema que todos nós enfrentamos, mas existem alguns ótimos aplicativos que ajudam você a resolver o problema de forma rápida e fácil.

Como excluir arquivos duplicados

O Gemini para Mac faz uma coisa – e faz melhor do que qualquer outro aplicativo por aí. O Gemini foi feito para excluir arquivos duplicados no Mac; ele pesquisa profundamente em seu sistema de arquivos para encontrar arquivos, pastas e imagens duplicados.

👉 Clique aqui para baixar sua cópia

Quando a verificação estiver concluída, o Gemini fornece um resumo completo do que foi encontrado e oferece a opção de manter arquivos ou excluí-los todos. Todo o processo leva segundos e pode economizar toneladas de gigabytes no seu Mac.

Como limpar seu disco com o CleanMyMac

Ao pensar em como limpar meu Mac cheio de arquivos que eu não precisava mais, descobri o excelente CleanMyMac. Por exemplo, e ele tem um ótimo recurso chamado Space Lens, que cria um mapa visual completo do armazenamento integrado do seu Mac. Ou seja, isso me ajudou a entender exatamente quais pastas estavam ocupando mais espaço na minha máquina.

👉 Clique aqui para baixar sua cópia

A principal característica do CleanMyMac é verificar o seu Mac em busca de coisas como lixo eletrônico do sistema, anexos de e-mail desnecessários, aplicativos antigos que você não usa e configurações do sistema que podem ser redefinidas. Enfim, isso ajuda seu sistema a funcionar sem problemas e seu sistema de arquivos limitado apenas aos arquivos que você precisa.

Como organizar seus novos arquivos

Em vez de tentar organizar seus arquivos manualmente, baixe Spotless e organize seu sistema de arquivos automaticamente!

Impecável torna a organização de seus arquivos uma experiência totalmente prática. Basta dizer ao Spotless onde seus arquivos devem ser categorizados, escolher um cronograma para o aplicativo limpar seu Mac e pronto. Você pode continuar salvando arquivos em qualquer lugar que quiser com confiança que a Spotless os organizará para você.

Você pode mover, enviar ou copiar arquivos a seu critério, ou arrastar e soltar qualquer arquivo ou pasta no destino de queda impecável em sua área de trabalho para executar regras e organizar sua vida digital sempre que quiser.

Como monitorar o desempenho do computador

O cooler do seu Mac ligou quando você não está usando nenhum aplicativo importante e você se perguntando por quê? O iStat monitora todo o seu sistema e fornece informações sobre o que está acontecendo em tempo real. Além disso, você pode monitorar CPU, GPU, desempenho da bateria e muito mais.

Um grande problema com Mac lento é o mau gerenciamento de armazenamento e memória. Com os menus do iStat, você poderá ver os ganhos reais de desempenho que obtém ao gerenciar seus arquivos e pastas corretamente, especialmente se você der o passo extra e remover arquivos duplicados e desnecessários.

Conclusão

Limpar o sistema de arquivos do seu Mac pode parecer uma limpeza simples para a sua vida digital, mas tem um grande efeito no desempenho do seu Mac. Quando você remove arquivos e pastas indesejados do seu Mac, isso dá ao seu sistema mais espaço para processar informações.

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

Como Limpar o Cache no Safari do Mac

Limpe o Cache no Safari do Mac

As vezes você acha que o Safari do seu Mac fica lento? Se sim, você não está sozinho!

A boa notícia é que as versões mais recentes do Safari um recurso escondido que te permite limpar o cache sem ter que apagar outros dados como histórico de navegação, cookies ou dados de sites.

 

Para quem preparemos este material

Esse recurso tem se mostrado muito útil para desenvolvedores, que precisam testar suas páginas e sistemas web. Por outro lado, nós usuários comuns, também podemos aproveitar esse recurso para limpar o Safari do Mac de dados.

Ps. Antes de começar, lembre-se que TODOS os caches no Safari do Mac serão apagados, uma ação que não pode ser desfeita, ok?

 

Como Limpar o Cache no Safari do Mac

Para limpar o cache no Safari, siga os passos abaixo:

1. Abra o Safari

Como Limpar o Cache no Safari do Mac

2. Ative o Mostrar Menu do Desenvolvedor. Para ativar este menu clique no Menu Safari > Preferências

3. Em seguira clique em Avançado > depois ative o  “Mostrar Menu Desenvolvedor na Barra de Ferramentas”

3. Acesse o Menu Desenvolvedor > Esvaziar Caches

 

4. Aguarde alguns segundos

Pode demorar alguns segundos até que o processo limpar o cache do Safari finalize completamente. Ao final, todo conteúdo acessado na web utilizando o Safari do Mac será executado a partir dos servidores remotos, sem qualquer arquivo local.

Não haverá nenhuma mensagem notificando o final do processo, que acontece nos bastidores.

 

Outra opção: Utilize o atalho Command + Option + E

Depois de ter habilitado o Menu Desenvolvedor, a função Limpar Cache no Safari do Mac estará disponível para ser acessada a qualquer momento, inclusive utilizando os atalhos de teclado command + Option + E…

Considerações finais

Limpar o cache no Safari do Mac tem se mostrado muito útil, principalmente quando se usa o Safari como navegador padrão do Mac.

Se ainda assim, a internet do seu Mac estiver lenta, recomendo estas duas opções:

Espero que este artigo seja útil para você : )

Obrigado pela audiência e Forte abraço!

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

Como Usar o Google Drive no Mac – Passo a Passo Para Iniciantes

 

Veja este tutorial e aprenda como instalar o Google Drive no Mac.

É fato que o Google Drive é um dos melhores sistemas de nuvem que existe. Além de oferecer gratuitamente 15GB de armazenamento, ele é muito fácil de usar. Claro que não podemos nos esquecer que por ser um serviço disponibilizado pelo Google a quantidade de usuários é muito grande. Ou seja, ele tem uma grande base de usuários, isso por que todo usuário de Gmail também é usuário do Google Drive, mesmo que não saiba.

Poucas pessoas sabem, mas o Google Drive também oferece opções de sincronização com o Mac. É por isso que preparamos este material.

Google Drive no Mac – Passo a Passo

O Google Drive permite que você compartilhe documentos e arquivos online. Com ele você pode integrar serviços como Google Docs diretamente do navegador de internet. Entretanto é importante lembrar que neste caso, você só conseguirá utilizar o Google Drive se estiver online, o que para algumas pessoas pode ser um problema.

Muitas pessoas confiam no Google Drive para fazer backup e sincronização de arquivos, e é aqui que entra o app do Google Drive para Mac. Esse app permite que você sincronize sua pasta da nuvem entre suas pastas locais, mantendo seus arquivos sempre atualizados.

Como usar o Google Drive no seu computador Apple

Antes de mais nada verifique se você tem uma conta do Google e se tem o Google Drive configurado. Em seguida, siga estes passos:

1. Primeiramente baixe o Google Drive no Mac clicando aqui

2. Instale o app, que ocupa aproximadamente 400MB de espaço no seu Mac;

3. Em seguida, você será solicitado a fazer login na sua conta do Drive;

4. Depois de fazer login, o aplicativo será sincronizado automaticamente com sua conta e você poderá utiliza-lo.

O Google Drive solicitará permissão para acessar seus arquivos, pode autorizar sem problemas. Isso é para que ele possa criar sua própria pasta de acesso à rede, que você usará para acessar o Google Drive diretamente do Finder.

 

Como acessar o Google Drive para desktop

Se você quiser apenas acessar seus arquivos do Google Drive, pode fazê-lo na pasta do Google Drive na barra lateral do Finder. Isso lhe dará acesso instantâneo aos seus arquivos do Drive, que você pode abrir ou usar conforme desejado.

google drive no mac

 

Primeiramente, se você quiser usar o aplicativo do Google Drive no Mac, a maneira mais rápida de fazer isso é clicar no ícone localizado na barra de menus. Ou seja, você verá um ícone do Drive, que dá acesso rápido à pasta do Google Drive localizada no seu Mac. Ele exibe todos os documentos carregados ou atualizados recentemente, permite que você saiba sobre o status da sincronização na nuvem e também inclui um link para abrir o Google Drive no seu navegador.

Você também pode pausar a sincronização a qualquer momento clicando no ícone Configurações, se necessário. Você pode acessar o aplicativo Google Drive a partir da sua pasta Aplicativos (Finder > Aplicativos) ou do Spotlight.

Google Drive no Mac

Escolha o seu método de sincronização

O Google Drive para Desktop sincroniza seu Mac com sua pasta do Drive automaticamente. Este é um processo contínuo que funciona em segundo plano. Você sempre pode verificar o status de sincronização e os arquivos sincronizados recentemente a partir do ícone Drive na Barra de Menus.

Antes de mais nada é importante escolher um método de sincronização. Ou seja, você pode optar por manter todos os seus arquivos do Google Drive na nuvem e disponibilizar apenas itens selecionados offline (arquivos de streaming). Em outras palavras, isso libera armazenamento no seu Mac. No entanto, a desvantagem disso é que os arquivos precisam ser baixados da internet se você quiser usá-los. Isso pode ser um problema, principalmente se você não tiver uma conexão ativa com a Internet.

Google Drive no Mac

A outra opção é salvar uma cópia de todos os seus arquivos no Google Drive e no seu computador (arquivos espelhados). Isso essencialmente ocupa o dobro da quantidade de armazenamento (os arquivos estão sendo salvos no seu Mac e no Google Drive), mas tudo está prontamente disponível localmente no seu sistema.

Você pode acessar essas configurações pressionando o ícone Configurações no ícone do Google Drive na barra de menus. Selecione Configurações seguido pelo Google Drive. Escolha o método de sincronização desejado aqui. Dependendo do tamanho da sua pasta do Google Drive, pode levar algum tempo para que todos os arquivos sejam totalmente sincronizados e estejam disponíveis no Finder.

Faça backup de pastas específicas no seu Mac

Além disso, outra opção que você tem é fazer backup de uma pasta específica do Mac no seu Google Drive. Isso permite que você mantenha uma cópia de seus dados disponíveis na nuvem, que pode acessar de outro computador, se necessário.

As pastas podem ser adicionadas a partir da janela Preferências do Google Drive. Para acessar isso, selecione Meu Mac no painel Preferências, seguido por Adicionar Pasta. Ao adicionar uma pasta, o Drive perguntará se você gostaria de fazer backup dessa pasta no Google Drive ou no Google Fotos. Você pode optar por organizar todos os seus documentos e outros arquivos no Google Drive, mantendo suas fotos em um local separado. Depende totalmente de você.

Google Drive no Mac

Depois de selecionar todas as pastas que deseja fazer backup no seu Google Drive, pressione Salvar.

Altere suas configurações de sincronização

Você também pode alterar suas configurações no menu Configurações. Assim, entre elas estão as opções para controlar a largura de banda, o que é útil se você estiver usando uma conexão lenta ou tiver limites de taxa de dados. Você também pode configurar o Google Drive para iniciar automaticamente quando fizer login no seu Mac, mostrar o status da sincronização de arquivos e exibir mensagens de confirmação ao remover itens compartilhados.

Armazenamento do Google Drive

Em contraste com o serviço iCloud Drive da Apple, que tem 5 GB grátis, o Google Drive oferece 15 GB de armazenamento gratuito para usar. Isso é sincronizado entre os serviços do Google, o que significa que, se você usar o Gmail, o Google Drive e outros serviços, todos eles compartilham a permissão de 15 GB. Se isso não for suficiente – o que muitas vezes não é para muitos usuários – você pode atualizar seu plano de armazenamento através do Google One.

Estes são os planos:
  • 15 GB: gratuito.
  • 100 GB: R$ 6,99/mês ou R$ 69,99/ano.
  • 200 GB: R$ 9,99/mês ou R$ 99,99/ano.
  • 2 TB: R$ 34,99/mês ou R$ 349,99/ano.
  • 10 TB: R$ 360/mês.
  • 20 TB: R$ 720/mês.
  • 30 TB: R$ 1.080/mês.

Você pode atualizar seu armazenamento do Google Drive on-line através do Google One ou através do painel Configurações na janela Preferências.

Google Drive como um Recurso Diário

Se você é um usuário frequente do Google Drive, é uma boa ideia integrá-lo ao Finder no seu Mac. Isso permite que você acesse facilmente seus arquivos e os abra no seu Mac. Você também pode ir um passo além e fazer backup de pastas específicas do Mac na sua conta do Google Drive. Isso ajudará você a manter um backup seguro caso algo dê errado.

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

3 Apps para Monitorar e Melhorar a Vida Útil da Bateria do MacBook

 

Quer aproveitar ao máximo a bateria do MacBook? Então veja este material até o final. Os aplicativos aqui apresentados permitem que você fique de olho na saúde da bateria e ainda melhore sua vida útil.

A última coisa que você quer é que a bateria do seu MacBook acabe quando você mais precisar dela. Embora os laptops Mac ofereçam uma boa qualidade de bateria, isso em comparação com muitos concorrentes, até mesmo os melhores portáteis da Apple precisam de uma ajudinha no longo prazo.

O fato é que as baterias tem um certo tempo de vida, mas saiba que é possível melhorar issol por meio de monitoramentos e limpezas regulares.

Neste post, vamos te apresentar alguns apps de bateria para o seu Mac para monitorar a bateria do seu computador com apenas alguns cliques. Isso ajudará você a tirar o máximo proveito da bateria do seu Mac.

 

bateria do Macbook

1. Battery Health 2

O Battery Health é, sem dúvida, a ferramenta de monitoramento de bateria mais popular para Mac, e a versão 2 é a sucessora que veio muito melhor. Esta ferramenta oferece uma interface elegante que lista todos os sinais vitais da bateria do seu MacBook.

Você vai perceber que o aplicativo exibe a Carga Atual, a Corrente Máxima e o Status de Saúde do macOS. Além disso também verá Ciclos, Idade, Uso de Energia e Amperagem. Basicamente, tudo o que você precisa saber para monitorar a bateria do seu MacBook por si mesmo.Download on the Mac App Store

2. iStat

Primeiramente, note que os menus do iStat são úteis, principalmente se você quiser adicionar estatísticas avançadas, como Velocidade do cooler, Consumo de Memória e Indicadores de Rede. Além disso, o iStat Menu também oferece uma ferramenta de monitoramento de bateria perspicaz que ajuda você a se manter atualizado com os sinais vitais da bateria. A ferramenta exibe a integridade, os ciclos e a condição da bateria.

Download on the Mac App Store

bateria do Macbook

3. Battery Monitor

O Battery Monitor é o aplicativo de bateria perfeito para o MacBook. Sobretudo se você quiser um aplicativo gratuito com todas as informações básicas necessárias para manter a bateria do seu MacBook. Nesse sentido, é um aplicativo bastante fácil de usar, repleto de recursos úteis para monitorar a bateria do seu Mac com o clique de um botão.

Download on the Mac App Store

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

Como Tirar Fotos Macro com o iPhone 13 Pro

 

O iPhone 13 Pro possui um ótimo recurso para quem gosta de fotografia macro. Esse recurso permite que você tire fotos macro de objetos, texturas ou qualquer outra coisa que você queira capturar bem de perto.

Usar o modo macro na câmera do iPhone é muito fácil, mas você seria perdoado por não saber como utiliza-lo. Enfim, o fato é que a macro não está na acessível na lista de opções do modo de câmera. Vamos nos aprofundar e ver como a câmera macro funciona no iPhone 13 Pro e no iPhone 13 Pro Max.

Veja também: [TOP] Como Apagar Todas as Fotos do iPhone de Uma Vez  Garantido!

Como usar a câmera macro no iPhone 13 Pro

1. Primeiramente abra o aplicativo Câmera no iPhone, seja o próprio aplicativo ou na Tela Bloqueada;

2. Com a câmera no modo Foto, aproxime o iPhone do objeto que deseja capturar. Você pode chegar o mais perto possível, cerca de 3cm de distância;

3. O iPhone entrará automaticamente no modo macro, conforme indicado pelo pequeno ícone de flor que aparece na tela, e você está pronto para tirar sua foto de macro

Enfim, você pode desativar ou ativar o recurso Macro Automático nas configurações da câmera do iPhone. Para isso basta abrir o app Ajustes, em seguida Câmera e escolhendo Macro Automática onde escolherá DESLIGADO ou LIGADO.

Similarmente, se você desativar o recurso Macro, terá que tocar no pequeno ícone de flor para reativá-lo. Conforme a câmera macro não estiver ativada, o ícone de flor será riscado e não amarelo brilhante.

Portanto, para alguma inspiração adicional para tirar fotos macro, a Apple anunciou um desafio de fotos macro Shot on iPhone, onde fotos vencedoras farão parte das campanhas de marketing da Apple:

Para comemorar a fotografia macro, a Apple convida você a compartilhar suas fotos macro favoritas tiradas no iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max no Instagram e Twitter usando as hashtags #ShotoniPhone e #iPhonemacrochallenge para participar do desafio. Um painel de jurados especializados da Apple revisará as inscrições em todo o mundo e selecionará 10 fotos vencedoras. As fotos vencedoras serão celebradas em uma galeria na Apple Newsroom, apple.com, Apple Instagram (@apple) e outras contas oficiais da Apple. Eles também podem aparecer em campanhas digitais, Apple Stores, outdoors ou em uma exposição pública de fotos.

(Foto macro da amostra do que parece ser a parte inferior de um cogumelo, via Apple)

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

Melhores Apps de Fundo Verde para iPhone 2022

 

Antes de mais nada, se você cria conteúdo para o Instagram, YouTube ou telas em geral, remover o plano de fundo de imagens e vídeos tornou-se parte integrante fundamental do seu trabalho, certo? E, portanto, os Apps de Fundo Verde no iPhone, mais conhecido como chromakey também estão se tornando super populares.

Nesse sentido, já me aventurei a testar vários aplicativos de tela verde para iPhone para encontrar o melhor. Ou seja, aqui estão alguns dos aplicativos que eu realmente gostei de usar. Mas antes disso, deixe-me começar pelo básico!

👉 Ao passo que lê este tutorial, veja também: Filmagem com o iPhone; O Guia Absolutamente Completo [Grátis]

Coisas para observar antes de escolher um app de fundo verde para iPhone

Em primeiro lugar é preciso dizer que o conceito de uma tela verde é bem simples. Você cobre o plano de fundo e outros objetos em um único tom de cor, geralmente uma cor verde ou azul brilhante, e grava o vídeo ou clica nas imagens.

Logo depois, na hora da edição, a cor é selecionada e digitada para fora da cena; ou seja, desaparece de forma mágica, deixando um espaço em branco. Você pode sobrepor o vídeo/imagem sobre qualquer outro plano de fundo ou vídeo.

Quais recursos devo procurar em um editor de vídeo de tela verde?

Enquanto a tela verde se refere ao processo de gravação do vídeo, chroma-key é o termo técnico usado para descrever a remoção de um matiz de cor especificado. Então, ao pesquisar ou explorar um aplicativo, procure por esse termo.

Além disso, alguns apps usam o termo sobreposição para descrever o efeito. Também é melhor se o aplicativo tiver uma linha do tempo de várias faixas, modos de mistura, mascaramento, correção de cores, opacidade, etc.

3 Melhores apps de fundo verde para iPhone e iPad em 2022

  1. Editor Videoleap
  2. iMovie
  3. KineMaster

 

Apps de fundo verde para iphone

1. Editor Videoleap da Lightricks – Escolha dos editores

Antes de mais nada, se você é fã de criar vídeos inovadores e experimentais, saiba que o Videoleap é um dos melhores aplicativos para ter no seu iPhone. Principalmente por que ele possui um recurso abrangente de composição de tela verde/chave cromática que permite refinar a remoção de fundo.

Primeiramente você pode começar escolhendo a cor, depois ajustando sua intensidade e até mesmo soltando uma sombra no quadro restante. No entanto, a melhor parte são os efeitos especiais e filtros, os modos de mistura e as opções de mascaramento disponíveis no aplicativo.

Você também pode animar esses filtros e efeitos para entrar ou sair do app. Ou seja, os aplicativos oferecem muitas opções e total liberdade para criar um vídeo simples ou pronto para uso.

✅ Prós ❌  Contras
Interface clean e fácil de usar Nenhuma versão fremium
Desfazer/refazer especiais
composição criativa
Efeitos especiais

 

Preço: Gratuito – Oferece compras dentro do app. Clique aqui para baixar!

2. iMovie – O aplicativo de tela verde mais simples

Primeiramente você precisa saber que o iMovie é a resposta da Apple para software de edição de vídeo de terceiros. Conforme a Apple anuncia, é ágil com um design minimalista e simplificado, gestos intuitivos multitoque, modelos e temas projetados pela Apple.

A remoção de tela verde é super fácil e principalmente automática. No entanto, você pode redefinir e ajustar a intensidade de acordo com a preferência. Além disso, você pode alternar facilmente entre a imagem na imagem, telas divididas, cortes, etc.

E embora seja um aplicativo bastante básico, ele funciona excepcionalmente bem. No entanto, você perderá a variedade de filtros, efeitos, animações, etc., disponíveis nos aplicativos concorrentes. Mas se você é um iniciante explorando o mundo das telas cromáticas, é um ponto de partida perfeito.

 

✅ Prós ❌  Contras
Interface clean e fácil de usar Limitações em transições
Ótimo para iniciantes Sem ferramentas avançadas de edição
Gratuito

 

Preço: Gratuito Clique aqui para baixar

3. KineMaster – Aplicativo avançado de edição de tela verde

Embora seja um aplicativo somente iOS e iPadOS, o KineMaster adota a abordagem dos aplicativos de edição de vídeo Mac/PC, completos com uma visualização de linha do tempo paisagem. Em outras palavras, ele oferece opções de nível avançado para quase tudo, incluindo a tela verde para iPhone.

Em síntese, você pode selecionar uma cor de chave adequada, gerenciar a intensidade, visualizar a máscara e editar a curva. Ou seja, você tem muitas opções de mistura, mistura e animação, além de imagens, adesivos, efeitos especiais, texto, etc.

Eu realmente não vou chamar isso de complexo, mas espero uma curva de aprendizado para entender todos os recursos incluídos na mistura se você for um iniciante. Além disso, o KineMaster tem algumas opções de edição de música profissional. Então, dê uma chance ao aplicativo!

 

✅ Prós ❌  Contras
Experiência de edição semelhante à área de trabalho Marca d’água na versão gratuita
Recurso de gravação integrado interface de usuário ligeiramente complexa
Uma variedade de opções de exportação (4k 2160p a 30FPS)

 

Preço: Gratuito – Oferece compras dentro do app. Clique aqui para baixar!

Considerações finais

Adoro a edição de vídeo, especialmente tarefas técnicas como fundo verde, que se tornou fácil nos dias de hoje, como resultado escrevi este texto.. Enfim, se você é um iniciante, amador ou profissional, esses aplicativos podem ser um verdadeiro trunfo. Desse modo, deixe-me saber qual aplicativo de tela verde para iPhone você mais prefere e por quê? Do mesmo modo, eu adoraria saber sua opinião nos comentários abaixo.

 

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

Como Fazer as Mensagens do Whatsapp NÃO Aparecerem na Tela Inicial do iPhone

 

Como fazer as mensagens do WhatsApp não aparecerem na tela inicial do iPhone quando o aparelho não está em uso?

Você não quer que trechos das suas mensagens do WhatsApp e Facebook apareçam na sua tela do iPhone, mesmo bloqueada? Veja este tutorial até o final.

👉 Veja também: WhatsApp Não Exibe os Contatos do iPhone: Como Resolver!

Como Fazer as Mensagens do Whatsapp NÃO Aparecerem na Tela Inicial do iPhone

Este é um processo rápido e fácil, veja como nos passos abaixo:

1. Primeiramente toque em Ajustes

Mensagens do Whatsapp NÃO Aparecerem na Tela

2. Em seguida toque em Notificações

Mensagens do Whatsapp NÃO Aparecerem na Tela

3. Depois que acessar o painel Notificações, agora encontre a opção WhatsApp na lista de apps.

Mensagens do Whatsapp NÃO Aparecerem na Tela

4. Pronto, agora basta desativar a opção, conforme indicado na imagem abaixo;

Mensagens do Whatsapp NÃO Aparecerem na Tela

Pronto, a partir de agora todas as mensagens que você receber no WhatsApp do seu iPhone não aparecerão na tela de bloqueio do seu aparelho Apple. Ao mesmo tempo. vale lembrar que se você deseja voltar a ver as mensagens na tela bloqueada, basta reativar o botão indicado na última imagem.

O que fazer quando o WhatsApp não exibe os contatos do iPhone

Sem dúvida, o app Whatsapp é um dos serviços de mensagens mais populares do mundo! Afinal, é possível que tenha alcançado esse patamar por sua simplicidade, o que o torna mais fácil de ser utilizado.

O App permite conversar rapidamente com seus contatos salvos na sua agenda de contatos do iPhone. No entanto, em algumas situações os nomes dos seus contatos podem não aparecer totalmente no app, seja por uma atualização inesperada ou por mudanças no iOS, sistema operacional do iPhone e iPad. Veja o tutorial completo aqui!

Esperamos que este material seja muito útil, sobretudo para para você que estava precisando disso.

E ai, gostou deste tutorial? Deixe sua opinião no campo de comentários abaixo, sua opinião é muito importante para nós. Forte abraço e até a próxima postagem do Super Apple…

Abs

 

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

[TOP] Como Visualizar seu Feed do Instagram em Ordem Cronológica

 

Aprenda como ver o feed instagram em ordem cronológica 

Poucas pessoas sabem, mas agora o Instagram oferece uma opção para visualizar seu feed em ordem cronológica. Isso significa que somente as postagens mais recentes das pessoas que você segue serão exibidas.

Para usar o feed cronológico no Instagram, você deve atualizar o aplicativo do Instagram para a versão mais recente. O resto é super fácil.

Como Ver o Instagram em Ordem Cronológica

1. Primeiramente abra o Instagram se você ainda não o fez;

2. Em seguida, toque no logotipo do Instagram no canto superior esquerdo da tela de feed;

Instagram em Ordem Cronológica

3. Agora escolha “Seguindo” para mudar o feed para cronológico, com base nas contas que você está seguindo.

Instagram em Ordem Cronológica

Dessa forma, agora você verá seu feed cronologicamente, semelhante ao que o Instagram costumava ser no inicio. Em conclusão, as postagens mais recentes aparecerão primeiro.

De acordo com o tutorial, se você quiser voltar a explorar o algoritmo, basta desfazer a configuração.

Além disso, veja também mais algumas dicas do Instagram se estiver interessado. Um dos mais interessantes é baixar todos os seus dados, fotos, vídeos, histórias, postagens e comentários do Instagram. Espero que estas dicas sejam úteis para você utilizar no Instagram app.

Como Tornar Um Perfil Privado no Instagram Utilizando o iPhone

Você quer ter mais privacidade no Instagram? Se sim, você pode considerar tornar seu perfil do Instagram totalmente privado. Por padrão, qualquer pessoa com ou sem uma conta do Instagram pode visualizar seu perfil, fotos e vídeos. Felizmente, você pode mudar isso a qualquer hora.

 

 

 

 

 

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

Como Tirar Print Completo de um Site no Google Chrome

 

Poucas pessoas sabem mas Google Chrome oferece duas formas de tirar print completo de um site. Isso pode ser útil para muitos profissionais de internet, sobretudo desenvolvedores, designers, editores, gerentes, escritores, analistas ou praticamente qualquer outro possível show baseado na web.

Enfim, as abordagens que utilizaremos para fazer capturas de tela de páginas de internet em tamanho real exigem a versão completa do Chrome. Não são necessários plugins, pois usaremos ferramentas de desenvolvedor integradas com o Chrome.

Note que neste post estamos falando do navegador Chrome aqui para desktop, ok? Você também pode fazer capturas de tela de página inteira com Firefox, Safari no Mac e Safari para iPhone e iPad, se precisar ou preferir.

👉 Veja também: Como Visualizar Senhas Salvas no Chrome no Mac

Como tirar print completo de um site completo no Chrome do Mac

Para fazer uma captura de tela, siga os passos abaixo:

1. Primeiramente clique em Visualizar > Desenvolvedor > Ferramentas para desenvolvedores

2. Clique no botão Modo de Design Responsivo na aba de ferramentas do desenvolvedor;

3. Role para baixo por toda a página para que todas as imagens sejam carregadas (isso é importante para capturar imagens de carregamento lento, uma técnica comum usada para acelerar as páginas da web)

4. Clique nos três pontos verticais no canto superior direito da ferramenta Responsive Design e escolha “Capturar tela em tamanho real”

 

5. A captura de tela em tamanho real aparecerá na sua pasta de downloads padrão do Chrome

No Mac, você encontrará a captura de tela em tamanho real da página da web disponível em Downloads de Usuários, a menos que você tenha alterado isso manualmente. Veja o video abaixo para entender como a pasta downloads funciona.

 

Perceba que o tamanho da captura de tela variam dependendo de qual dispositivo você escolheu no modo responsivo, por exemplo, se você escolheu o iPad Air e tirou uma captura de tela de rolagem em tamanho real da página inicial do blogdosuperapple.com.br, sua captura de tela pode ser de cerca de 2084 × 16439 pixels.

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

iWork 12 Adiciona Novos Recursos para Competir Melhor com o Microsoft Office

 

Todos os aplicativos iWork 12.0 para iPad e iPhone permitem que os usuários editem tamanhos de fonte com mais precisão.

A Apple acaba de lançar a versão 12 do Pages, Numbers e Keynote, que oferecem vários novos recursos. Primeiramente, o recurso que mais se destaca é o ajuste do tamanho da fonte mais detalhado.

Também há outros novos recursos adicionais disponíveis para todos os usuários do pacote iWork, incluindo o Mac.

A Apple atualiza os aplicativos iWork 12.0 para iPad com melhores controles de fonte

O iWork é o pacote de produtividade da Apple. Como uma opção gratuita, ele não inclui todos os recursos do Microsoft Word, Excel e Powerpoint, mas oferece recursos básicos para processamento de texto, planilhas e apresentações. Ainda assim, a Apple continua trabalhando, para aproximar seus aplicativos dos de seus rivais.

O novo recurso principal promete que os usuários agora possam “editar os tamanhos da fonte com mais precisão”. Além disso, os usuários do Pages podem “começar rapidamente a escrever um novo documento no iPhone – basta tocar e segurar o ícone do aplicativo Pages na tela inicial”.

Atualmente, o pacote iWork também funciona no Mac, por isso muitas dessas atualizações também poderão ser utilizadas no computador.

Não importa a plataforma, o Pages 12.0 suporta a publicação de documentos diretamente no Apple Books com tamanhos de arquivo de até 2 GB. Por outro lado o Numbers 12.0 suporta a cópia instantânea de células da tabela sem fórmulas, categorias ou valores ocultos, isso em qualquer computador Apple. Tanto o Pages quanto o Numbers têm suporte adicional para Voice Over.

E os ícones?

Se você é daqueles que gosta de acompanhar a evolução do design da Apple, com certeza vai querer saber como os novos ícones estão. Por isso veja abaixo a publicação do Basic Apple Guy

 

 

 

 

 Via Cult of Mac

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.