fbpx

Um iPhone com Visão de Raio-X? Talvez!

Dotor research anlaysia x ray film for check patient deceased.

A tecnologia está sempre avançando, isso é fato! Em um recente estudo publicado pela IEEE, financiado conjuntamente pela Texas Instruments e Samsung, revelou um avanço incrível… O desenvolvimento de um chip que poderia permitir a um dispositivo, como um smartphone, ver através de objetos sólidos.

O estudo completo, intitulado “Array de Pixels Transceptores Concorrentes CMOS de 296 GHz com Circuitos de Extração de Fase e Amplitude para Melhorar a Resolução de Imagens em Modo de Reflexão”, utilizou uma combinação de tecnologias em um arranjo 1×3 para demonstrar a capacidade de “imagem em modo de reflexão sem lente de curto alcance de um alvo a ~1 cm de distância através de uma cobertura de papelão”.

Sistemas de radar e lidar comumente utilizam o modo de reflexão de curto alcance para detectar e analisar objetos a distâncias relativamente curtas. Fabricantes também aplicam essa tecnologia em sistemas para assistência de estacionamento. Sobretudo para detecção de pontos cegos e prevenção de colisões, integrados em modelos de carros mais novos.

Através na neblina?

Ao contrário dos raios-X, que podem ser prejudiciais ao corpo humano, essa tecnologia utiliza sinais de 200 a 400 gigahertz para realizar suas funções. Testes demonstraram a capacidade de produzir imagens através de neblina, poeira e outras partículas suspensas no ar que normalmente impedem a passagem da luz. O estudo sugere que a combinação de tecnologias, incluindo a tecnologia de semicondutores de óxido metálico, é comum na maioria dos dispositivos eletrônicos de consumo, indicando a viabilidade emergente e acessibilidade de um produto comercializado.

Em conclusão

Por fim, embora seja improvável que essa tecnologia apareça nos iPhones em breve, assim como a inteligência artificial, parece que esse conceito não está mais limitado à ficção científica. Em um futuro próximo, poderemos estar usando nossos iPhones para ver através de embalagens e outros objetos sólidos. Portanto, o tempo dirá se o financiamento da Samsung para essa pesquisa significa que a tecnologia será restrita aos dispositivos Samsung.

Via

Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger, criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar a sua experiência. Leia a nossa Política de Privacidade.