7 Simples Passos Para Você Dominar Seu Mac [Garantido]

7 Dicas Para Você Dominar Seu Mac – Garantido!

Conheça os passos iniciais para aprender como usar seu computador apple, mesmo que você seja absolutamente iniciante!

Você gostaria de dominar seu Mac? Eu imagino que a resposta seja sim, certo? Entretanto, é bem provável que você ainda não consiga, isso por que o macOS, sistema operacional no iMac, MacBooks, MacMini e MacPro, é muito grande e com inúmeros recursos disponíveis.

Mas não se preocupe, este artigo servirá como um super guia prático para você tirar o máximo do seu Apple. Inclusive, você terá imagens ilustrando os passos que deve fazer para entender e dominar seu Mac de uma vez por todas. Antes de começarmos é importante entendermos o que realmente veremos neste artigo:

 

  • Organização de Arquivos
  • Navegação na internet
  • Email
  • Fotos
  • Filmes
  • Música
  • Segurança

 

Para quem preparamos este material

Este material foi desenvolvido para pessoas que usam o Mac, mas entendem que não conseguem explorar todos os recursos. Se você se identifica, vá em frente, este tutorial tem tudo para te ajudar! Pronto para dominar seu Mac? Continue lendo este artigo e veja os 7 passos para isso!

 

👉  Veja também: 7 Dicas Importantes Antes de Comprar um Macbook Usado

 

 

1. Organização de Arquivos

Sabe aquele carinha sorridente que fica no canto inferior esquerdo do Dock? Pois é, ele se chama Finder e funciona exatamente como o Windows Explorer.

Ele é responsável por organizar absolutamente tudo no seu Mac, seja arquivos, aplicativos da Mac App Store, arquivos de programas ou mesmo emails. Aqui no Blog já falei bastante sobre o Finder, inclusive ensinei como alterar o tamanho dos ícones na janela do Finder. Veja abaixo alguns aspectos mais importantes da Janela do Finder.

 

👉 Clique aqui para assistir uma aula completa do Finder

 

Aproveite e veja como aprender usar seu computador Apple do zero, em apenas 30 minutos! Clique aqui para acessar nosso tutorial completo!

 

 

 

2. Navegação na internet

Sem dúvida, uma das tarefas que mais realizamos no computador (não só no Mac) é navegar na internet. O Mac é compatível com praticamente todos os navegadores disponíveis no mercado. Por padrão a Apple disponibiliza o Safari, que é o programa utilizado para navegar na internet através do Mac. Ele é representado pela pequena bússola azul.

Como o Safari é nativo, ou seja, faz parte do sistema do Mac, ele tende a funcionar melhor do que outros navegadores. Há diversos recursos do Safari, é por isso que vamos deixar os conteúdos que disponibilizamos aqui no blog do Super Apple.

 

 

Veja estes materiais, e tenha muito mais produtividade na sua navegação na internet do Mac.

 

 

 

3. Envie e receba email no Mac

Enviar e receber emails no Mac também é outra tarefa muito utilizada no Mac. Embora muitos donos de Mac utilizem os serviços de Webmail, muitos outros continuam utilizar o app Mail do Mac.

 

O App Mail é o programa nativo de envio e recebimentos de mensagens no Mac. Com o Mail do Mac é possível configurar diversas contas de email simultaneamente, conforme já ensinei neste artigo.

 

Recentemente escrevi um artigo ensinando 5 Super Dicas Para o Mail do Mac, olha só o que você vai aprender neste artigo:

 

Com o Mail é possível enviar mensagens personalizadas, conforme escrevi neste post. Ah e uma última coisa. Você sabia que dá pra enviar um site por email utilizando o Mail do Mac?

 

 

 

4. Fotos no Mac

Com tantas redes sociais, talvez este seja o tema mais esperado de todos : ) Trabalhar com fotos do Mac é simples! Para isso você pode utilizar o Fotos, aplicativo que permite organizar, editar e compartilhar fotos.

 

 

Claro que falar superficialmente do Fotos não fará você dominar seu Mac, por isso veja abaixo alguns artigos que escrevi a respeito. Se você costuma tirar milhares de fotos utilizando o iPad, iPhone e câmera digital recomendo que crie uma segunda biblioteca de fotos no Mac, conforme ensinei neste artigo.

 

 

 

5. Filmes no Mac

Seja através de smartphone, câmera digital ou filmadora, o fato é que sempre realizamos nossas filmagens. O problema é que com o tempo o espaço livre no disco do Mac tende a diminuir, isso por que filmes ocupam muito espaço, principalmente as filmagens no formato 4K.

 

 

Não podemos esquecer das filmagens dos nossos momentos né? Seja um aniversário, casamento ou mesmo um churrasco, sempre capturamos excelentes momentos que podem ser editados no iMovie, app de organização, edição e compartilhamento de filmes. Para te ajudar a editar estes filmes, assista a videoaula completa do iMovie, com certeza vai fazer muita diferença no seu dia a dia.

 

6. Música no Mac

Não seria possível Dominar seu Mac se isso não incluisse trabalhar com música!

No Mac você pode fazer praticamente tudo que for relacionado a música e não é atoa que o iPod foi o responsável pela disseminação do MP3. No Mac você pode baixar, organizar, editar e até compartilha-las. Para isso você pode utilizar basicamente dois aplicativos: iTunes e Garage Band. A diferença entre eles é simples, o iTunes permite que você organize, compre ou baixe de CD/DVD suas músicas e filmes. Gosto tanto do iTunes que escrevi alguns artigos a respeito dele:

Aqui no blog também a repetir a execução de músicas e como adicionar músicas no iPad e iPhone sem a necessidade de conectar fios. Quanto ao Garage Band, se você tem interesse em aprender a editar ou criar músicas, é ideal para isso. Não deixe de ver o guia oficial completo aqui.

 

 

7. Segurança

Como você deve saber, trabalhei na Apple e hoje sou consultor de tecnologia. Trabalho oferecendo suporte e treinamento para usuários Apple. Uma das perguntas mais frequentes dos meus clientes é o Mac precisa de anti-vírus? A resposta é não necessariamente, mas se você utiliza transações financeiras ou transmite informações sigilosas pela rede, é recomendado que sim! Neste caso, considere a utilizado de um Internet Security ao invés de só o anti-vírus.

Veja abaixo alguns artigos que escreve sobre segurança no Mac.

É possível que seu Mac esteja lento, se este for seu caso, não se preocupe é pouco provável que um vírus infecte seu Mac e o deixe lento. De qualquer forma veja este arquivo com 5 dicas para melhorar o desempenho de um Mac Lento.

Considerações Finais

Estes são apenas 7, de muitos passos para dominar seu Mac. Lembre-se que o importante é começar com um objetivo bem traçado. Não se preocupe em querer aprender TUDO sobre o Mac, talvez você não precise, explico: Imagine que você é um médico e que utiliza seu Mac no trabalho ao atender seus pacientes. Para seu uso o Mac precisa ter funções especificas, como um aplicativo para gerenciar atendimento e pacote Office, basicamente. É possível ainda que você utilize algum app para edição de filmes como iMovie. Analisando este cenário, eu não recomendaria que você aprendesse a edição de música com Garage Band ou ProTools, software profissional de edição da Apple.

Em resumo, o que realmente importa é utilizar o máximo do computador dentro das suas necessidades. Eis os primeiros passos para Dominar seu Mac : )

Se você chegou até aqui, é sinal que gostou do conteúdo. Por isso quero agradecê-lo pelo tempo em que passamos aqui.

Conte comigo sempre que precisar! Forte abraço e até a próxima.

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

TOP 10 Dicas Para Manter seu Mac Seguro – Guia Prático do Usuário

10 Dicas Para Manter Seu Mac Seguro!

Aprenda como manter seu Mac seguro – Mesmo Sendo Absolutamente iniciante

Dizem que a melhor maneira de se proteger contra vírus de computador é usar um Mac. Sim, esta é uma boa sugestão, mas não significa que será a solução para todos os problemas de segurança.

 

Talvez o que mais justifica esse argumento é que os desenvolvedores maliciosos, mais conhecidos como hackers, não perderiam tempo e esforços criando vírus para uma parcela tão pequena de usuários de Mac, o que não é mais verdade, pois a Apple está se disseminando no mercado e hoje já são mais de 100 milhões de Macs ao redor do mundo.

 

👉 Veja também: TOP 6 Melhores Antivirus para Mac – o 5º é o Meu Preferido!

 

Sabemos que a Apple trabalha constantemente na segurança de seus computadores, mas malwares, como o Flashback Trojan, estão sendo criados com um único objetivo, infectar Macs. De qualquer forma, a parcela de Macs infectados ainda é mínima o que garante em parte nossa tranquilidade : )

 

Embora seja verdade que os Macs são menos propensos a serem atacados com base no fato de que há menos Macs do que PCs – na verdade, o Malware em Macs está diminuindo , os usuários de Mac podem ser um alvo muito lucrativo e, portanto, considerado que vale o esforço. Como resultado, os Macs pegam vírus e são tão vulneráveis ​​a ataques quanto um PC.

 

Para quem preparamos este material

Elaboramos este material pensando em ajudar pessoas que precisam de segurança digital, seja para fazer transações financeiras online ou compras utilizando seu cartão de crédito. Ao final deste artigo, você estará apto a utilizar seu Mac com mais segurança do que a maioria das pessoas está acostumada.

 

Leia até o fim, vale a pena : )

 

👉 Veja também: Segurança do Mac – O Guia Absolutamente Completo 

 

Conheça agora as 10 Dicas para manter seu Mac seguro!

As lições abaixo podem ser aplicadas na maioria dos computadores Apple. Se por algum motivo você não conseguir fazer algumas das dicas, deixe nos comentários ok?

Vamos lá!

 

 

1. Mantenha seu Mac atualizado

Normalmente esta função é pré-programada e não precisa ser feita manualmente. Entretanto, e só para ter certeza recomendamos que você verifique manualmente, no video abaixo gravamos uma videoaula completa ensinando como fazer:

 

 

2. Faça o backup completo do Seu Mac 

O backup periódico dos seus arquivos garante que você sempre tenha uma cópia de segurança dos seus arquivos se algo acontecer ao seu Mac, incluindo se ele for perdido, roubado ou precisar de reparos.

 

A Apple facilita os backups com seu recurso Time Machine. O Time Machine é usado para fazer backups regulares de seus arquivos em um disco rígido separado para que você possa restaurar o Mac e os dados de qualquer período recente.

 

Se você não sabe como fazer o backup do Seu Mac, veja este material completo: Backup do Mac: Guia Prático do Usuário

 

 

3. Utilize senhas fortes

Crie senhas com pelo menos oito caracteres, sempre utilize letras e números, se puder insira pelo menos uma letra maiúscula ou símbolo. Lembre-se de criar senhas diferentes para serviços da internet, ok?

 

Se você tem dificuldade de lembrar todas as senhas uma boa dica é criar um senha mestre e alterar o inicio ou o final dela ligando-a ao serviço em uso, por exemplo: Uma senha única P23eR5% ficaria P23eR5%sub caso seja utilizada no Submarino ou P23eR5%sar se fosse utilizada na Saraiva. Se você deseja utilizar essa senha para inicio de sessão no seu Mac ficari assimP23eR5%mac.  Neste caso utilizamos os 3 primeiros caracteres do serviço, mas você pode utilizar sua própria lógica!

 

Se você acha que precisa mudar a senha do Seu Mac, veja o tutorial abaixo, com certeza vai ajudar : )

 

3 Formas de Mudar a Senha de Administrador no Mac

 

 

 

 

4. Desative o Login automático

É bom ter uma senha forte, mas se você não usá-las de nada vai adiantar. Mesmo que seja chato ter que digitar sua senha toda vez que for iniciar no seu Mac, faça isso! Para desativar o login automático no Mac seguro faça o seguinte:

 

Abra o “Painel Preferências do Sistema” > “Usuários e Grupos”. Em seguida desbloqueie o cadeado, depois Clique em Opções de Inicio, e DESATIVE o Inicio de sessão automático!

 

 

 

5. Habilite o Firewall do Sistema

Em geral, computadores possuem um recurso muito conhecido e útil, o Firewall. Se você não sabe o que é, não se preocupe, nós te explicamos.

 

Firewall é um sistema de segurança, que normalmente já vem integrado a sistemas operacionais como Mac OS X e Windows. Sua principal função é impedir que outros usuários ou programas não autorizados acessem seu computador remotamente.

 

Se você está com uma versão mais recente do Mac OS X, acesse este artigo: Como Ativar o Firewall no MacOS

 

Para ativar o Firewall do seu Mac vá em Preferências do Sistema > Segurança e Privacidade > Firewall. Se o Firewall estiver desligado, clique no cadeado no canto inferior esquerdo, depois digite sua senha e clique em Desbloquear.

 

 

 

 

6. Desative o Acesso Remoto Para MacOS

O acesso remoto é um recurso útil do macOS que permite acessar arquivos no computador de qualquer lugar. No entanto, o acesso remoto também permite que qualquer pessoa com seu login e senha de administrador e senha acesse os arquivos do seu computador. É por isso que pode ser uma boa ideia desligar esse recurso se você realmente não o usar. Na verdade, sua empresa pode já ter uma política de segurança sobre quando os funcionários podem usar o acesso remoto.

 

Para desativar o Acesso Remoto acesse o “Preferências do Sistema” em seguida clique em “Compartilhamento”. Depois basta desativar a opção “Gerenciamento Remoto”, conforme a imagem abaixo:

 

 

 

7. Faça download somente de fontes confiáveis

 

Sites de torrent, softwares pirateados, cracks e outros downloads ilegais, são frequentemente usados para distribuir malware e vírus. Muitos deles são criados por hackers que tem como objetivo infectar seu Mac de alguma maneira.

 

A verdade é que ninguém da nada de graça para ninguém, portanto não acredite que alguém está te presenteando com um software pirata, lembre-se que seu computador ganhe algo desagradável extra. Baixar arquivos desse tipo de fonte nem sempre é interessante, pense nisso.

 

👉 Veja este tutorial, onde você vai aprender como instalar aplicativos no Mac da forma correta!  

 

8. Utilize um bom sistema para deixar seu Mac seguro

Embora seja notório que a segurança do Mac OS X seja um dos melhores do mercado,  recentemente 0 episódio do Malware Flashback ilustra outro cenário.

 

Nossa sugestão é que você instale um bom sistema de segurança. Clique aqui para ver os melhores que preparamos para você!

 

TOP 6 Melhores Antivirus para Mac – o 5 é Meu Preferido!

9.Verifique as opções de privacidade e deixe seu Mac seguro

Verifique as opções de privacidade do seu Mac e da sua navegação na internet. No Safari clique em:

  • Safari > Preferencias > Privacidade e configure as opções de cookies e localização da maneira que se sentir mais seguro.

Para verificar as opções de privacidade no Mac Os, clique em

  • Preferencias do Sistema > Segurança e Privacidade > Na aba “Privacidade” e no botão Avançado. Configure as opções de log out automático por inatividade e acesso ao sistema de acordo com as suas preferencias de segurança.

 

 

10. Use o bom senso

A maioria dos hackers procuram atacar usuários desavisados que tenham softwares desatualizados e senhas salvas em browsers. O recomendado é ficar ligado, seja na hora de acessar seu banco online ou acessar o Facebook. Tenha cuidado, sempre!

 

Espero que aproveite as dicas e deixe seu Mac seguro!

 

Ah… e não deixe de seguir o Super Apple nas redes sociais, ok?

 

Forte abraço e até a próxima!

 

 

Assista a videoaula

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

[TOP] Como Fazer Print Screen da Tela do iPad e iPhone. Passo a Passo!

Aprenda como fazer Print Screen da Tela do iPad e iPhone

Se assim como eu, você também utilizava o Windows, com certeza vai lembrar do Print Screen, aquela pequena tecla que tirava uma foto da tela do computador. De fato, não há dúvidas que essas capturas de tela eram muito úteis. E hoje ainda são, principalmente porque é possível fazer o Print screen na tela do iPad e iPhone.

 

Por exemplo, hoje você pode usar o recurso Print Screen para mostrar para sua mãe como utilizar o Instagram ou Facebook no iPhone. Você também pode utilizar o mesmo recurso no ambiente corporativo, compartilhando a captura de um erro no site da empresa. São várias possibilidades!

 

👉 Veja também: Como utilizar o iPad e iPhone como Scanner

 

Para quem preparamos este material

Este material foi desenvolvido para ajudar pessoas que utilizam o iPhone e iPad e que querem melhorar a forma como exploram os recursos dos seus equipamentos! Se você se identificou veja este material até o fim, com certeza ele vai te ajudar.

 

Como fazer Print Screen da Tela do iPhone

Se você estiver usando um iPhone, vai notar que fazer uma captura de tela é uma tarefa muito simples. Veja abaixo:

 

Tirando Print Screen de modelos de iPhone com Face ID 

 

Para tirar print screen no iPhone X, XS, 11 e 11 Pro (ou mais recentes) segure o botão de liga/desliga na lateral direita do celular em seguida pressione o botão de aumentar volume na lateral esquerda. Depois, solte os dois botões ao mesmo tempo. Note que se deu certo, uma miniatura do Print Screen aparecerá no canto inferior esquerdo da tela, com a possibilidade de fazer anotações e compartilhar!

Tirando Print Screen de modelos de iPhone com Touch ID e botão lateral

 

Para tirar print screen no iPhone 6, 6S, 7, 7PLUS, 8 e 8 PLUS, pressione um dedo no botão home, logo embaixo da tela do iPhone, e outro no botão de ligar e desligar, na lateral direita do aparelho.

 

 

Tirando Print Screen de modelos de iPhone com Touch ID e botão superior

 

Para tirar print screen no iPhone 5 e 5S (anteriores também), pressione um dedo no botão home, logo embaixo da tela do iPhone, e outro no botão de ligar e desligar, na parte superior do aparelho.

 

 

Como fazer Print Screen da Tela do iPad

Assim como no iPhone, fazer print screen na tela do iPad também é muito simples. Identifique o modelo do seu iPad abaixo e siga os passos recomendados:

 

Tirando Print Screen de modelos de iPad com Face ID

Para tirar fazer uma captura da tela do iPad, pressione o botão de ligar e desligar na parte superior junto com o botão aumentar o volume! Pressionando os dois ao mesmo tempo, você terá a captura da tela.

 

 

Tirando Print Screen de modelos de iPad com Touch ID

Se você está utilizando um iPhone com o Touch ID vai sacar rapidinho! Olha só. Para capturar uma foto da tela do iPad com botão Touch ID, você precisa pressionar o botão superior e o Home ao mesmo tempo!

 

 

Considerações finais

Espero que aproveite ao máximo esta dica, que com certeza fará muita diferença na sua rotina e produtividade. Vale lembrar que além da nossa base de conhecimento, também nos apoiamos na base de informações e tutoriais oficiais da Apple no Brasil e no mundo. Por isso, nosso blog tem focado em cada vez mais produzir conteúdo de qualidade e relevância para você explorar mais e melhor seus equipamentos Apple.

 

 

.

.

.

 

.

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

Como utilizar o iPad e iPhone como Scanner

Como utilizar o iPad e iPhone como Scanner

Por mais que tentemos evitar o papel, ele sempre está presente no nosso cotidiano. Antes da atual revolução tecnológica em que vivemos, todos os usuários de tecnologia pessoal utilizavam o Scanner, claro que não podemos desconsiderar que muitos ainda o utilizam.

 

A grande vantagem do Scanner, é a possibilidade de digitalizar documentos, fazendo com que papeis se tornem arquivos digitais. O resultado positivo é a possibilidade de armazenar centenas, senão, milhares de documentos que estariam em papéis dentro de uma gaveta.

 

Já a desvantagem do Scanner é o espaço que ele precisa para ser instalado, isso sem contar as famosas multifuncionais, que também contam com recursos de cópia e impressão.

 

Seria injusto se não falarmos dos scanners portáteis: Conheça scanners (não muito) portáteis.

 

👉 Veja também: Como criar e enviar seu cartão digital para clientes e parceiros

 

 

Para quem preparamos este material

Este material vai ajudar pessoas que precisam se livrar dos papeis, digitalizando-os com o scanner de bolso! O melhor é que não precisarão comprar um equipamento novo, uma vez que utilizarão o iPad e iPhone como Scanner!

 

 

Como Utilizar o iPad e iPhone como scanner

Para nossa alegria, os dispositivos móveis como iPad e iPhone nos permitem ter a função scanner, isso graças a Apple, que integrou esse recurso de modo padrão no iOS. Para aprender como scannear um documento com seu iPhone e iPad veja os passos abaixo:

 

1. Primeiro abra o App Notas no seu iPhone ou iPad

 

 

2. Agora, crie uma nova nota. Para isso toque no pequeno quadrado, localizado no canto inferior direito da tela do app.

 

3. Toque na pequena câmera localizada no centro parte inferior da tela.

 

4. Aguarde o Aplicativo abrir as opções, quando isso acontecer escolha “Escanear Documentos”

 

5. Ao abrir a câmera, você já poderá posicionar seu iPad ou iPhone sobre o documento que deseja scannear. Note que é possível tocar na tela para ajustar o foco, assim como ativar a função grade, onde você poderá posicionar corretamente a câmera. Também terá a opção de ajustar o enquadramento.

 

6. Após fotografar o documento, você deve ajustar os cantos, isso para um melhor resultado. Para isso basta tocar nos cantos e ajustar manualmente.

 

 

7. Quando você termina a etapa da foto, o aplicativo se encarregará de realizar o escaneamento.

 

Considerações Finais

Depois de escanear, lembre-se de salvar tocando no botão “Salvar” no canto inferior da tela do App Notas. Quando finalizar todo o processo o documento escaneado estará salvo dentro das suas notas. Se você tem a conta do iCloud configurada no seu iPhone com o Notas sincronizados, seus documentos escaneados serão sincronizados com a nuvem, o que significa que também aparecerão em todos os dispositivos que possuem a mesma conta.

 

Essa é uma baita sacada da Apple, a sincronização ajuda demais na hora de encontrar arquivos, fotos e documentos escaneados no iPhone. Pense que alegria é encontrar um arquivo escaneado no iPhone dentro do seu PC Windows sem que você tenha que fazer nenhum esforço para isso, fantástico né?

 

Se você optar por enviar por email a partir do app Notas do iPhone, o aplicativo se encarregará de abrir o Mail do iPad e iPhone já com uma nova mensagem e seu arquivo anexado no corpo do email.

 

Esperamos que tenha gostado do tutorial, deixe nos comentários sua opinião sobre nosso material!  Divirta-se com seu iPad e iPhone… : )

 

Forte abraço e até a próxima.

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

Como Calibrar o Monitor do Mac – Guia Prático

Como Calibrar o Monitor do Mac – Guia Prático

Se você já ficou olhando para a tela do seu Mac o dia todo, deve ter notado que, embora ela seja linda, ainda não parece perfeita. Ao calibrar o monitor do Mac, você pode ajustar facilmente as configurações de luz e cor.

 

Para quem preparamos este material

Este é um recurso, especialmente útil para pessoas que gostam de jogar ou assistir filmes, também pode ajudar profissionais que trabalham com edição de imagens. Se você se identifica com algum desses perfis, com certeza este material foi feito para você.

 

👉 Veja também: 10 Dicas Para Novos Donos de Mac

Calibrando o monitor do Mac

Neste tutorial vamos te ensinar como calibrar o monitor do seu computador Apple, ajustando e melhorando a qualidade das cores exibidas na tela, vamos lá?

 

1. Clique no Menu Apple > Preferências

 

2. Em seguida clique em “Monitores” ou “Telas”, caso esteja utilizando versões mais recentes do MacOS.

 

 

3. Clique em “Cores”, localizado nas abas na parte superior da janela.

 

4. Em seguida clique no botão “Calibrar” com a “tecla Option” pressionada no teclado. Isso abrirá o Apple Display Calibrator Assistant no Modo Especialista.

 

5. O Modo especialista oferece acesso a mais recursos de calibração de cores.

 

 

6 . Agora, clique em Continuar. De fato, você vai clicar “Continuar” após concluir cada uma das etapas a seguir. Se você não ver esta tela, volte e certifique-se de apertar a tecla “Option no Teclado” ao clicar no botão “Calibrar” 

7. Configure o “Gamma nativo”. Esta configuração, te ajudará a melhorar a visão permitindo manter uma distância de pelo menos um metro de distância de sua tela. Ajuste o controle deslizante esquerdo até que o brilho do logotipo da Apple corresponda ao fundo. Em seguida, ajuste o controle deslizante direito até que a forma do logotipo da Apple seja neutro em comparação com o fundo.

8. Clique em Continuar para repetir a etapa mais quatro vezes. Repetir esta etapa ajuda a determinar as curvas de resposta de luminância nativa de sua tela.

 

9. Configure uma Gamma. Esta configuração permite ajustar o contraste geral da tela. O assistente vai te instruir a verificar a imagem à direita do menu para ver como as diferentes opções de contraste afetam sua tela. Você também verá o nível de gama numérico se ativar a caixa de seleção “Usar gama nativa”.

 

Você pode mover o controle deslizante até atingir o contraste desejado. À medida que ajusta o contraste, você também verá as alterações atualizadas em tempo real no visor.

Importante: É recomendado manter o nível de gama padrão de 2.2 se você estiver usando o Mac para sites, apresentações do PowerPoint e games. Para trabalhar em imagens que serão impressas em máquinas de última geração, um nível de gama de 1.8 é recomendado.

 

10. Escolha um ponto branco. Aqui, você pode personalizar a tonalidade geral da cor de sua tela. Por padrão, a caixa de seleção para Usar ponto branco nativo está habilitada. Para personalizar isso, desmarque a caixa e escolha um ponto branco movendo o controle deslizante. Você também pode escolher entre três predefinições de ponto branco padrão de D50, D65 e 9300

Importante: O ponto branco define como seu monitor verá a cor branca. A maneira como o olho humano vê o branco dependerá do calor da fonte de iluminação. Assim, o ponto branco é medido em graus Kelvin (° K). D50 ou 5000 ° K é melhor para gráficos que serão impressos, pois é o mais próximo do branco neutro. Para gráficos baseados na web ou outro trabalho que será visualizado em uma tela, D65 ou 6500 ° K é recomendado.

 

11. Configure as opções do administrador. Se você tiver privilégios de administrador, poderá decidir se permitirá que outros usuários vejam a tela com as configurações calibradas. Se desejar fazer isso, marque a caixa de seleção Permitir que outros usuários usem esta calibração. Caso contrário, deixe-o desmarcado.

12. Nomeie o perfil de exibição. Se você deseja salvar as configurações de calibração, pode atribuir um nome a elas. Na próxima vez que você quiser usá-lo, simplesmente procure-o no painel Display na guia Color.

13. Verifique o resumo do seu perfil. O “Assistente de Display” fornecerá um resumo de suas configurações calibradas na guia Conclusão. Você pode clicar em Voltar se quiser alterar uma configuração. Caso contrário, clique em Concluído para sair do calibrador.

 

Se você quiser ver suas alterações, volte para Preferências do Sistema> Vídeo> Cor. Em seguida, clique nos diferentes perfis de exibição para ver de qual você mais gosta.

 

 

Considerações Finais

Se você está tendo problemas para calibrar o monitor do Mac, talvez seja a hora de comprar um novo. Confira em nossa loja no Magazine Super Apple. 

 

Video para ajudar : )

 

 

.

.

.

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

Como colocar um iMac na parede

Como colocar um iMac na parede

Poucas pessoas sabem, mas a Apple oferece uma solução para pessoas que querem colocar seu iMac ou Cinema Display na parede, o nome é KIT VESA.

 

O Kit Adaptador de Montagem VESA permite que seu computador iMac de 24 ou 27 polegadas ou seu LED Cinema Display de 24 ou 27 polegadas seja utilizado com uma variedade de soluções de montagem alternativas, tais como suportes de parede e braços articulados que não ocupam espaço baseados na interface de montagem de tela plana VESA (FPMI).

 

Com uma ferramenta deste kit, é possível remover o iMac ou o suporte da tela e fixar o Adaptador de Montagem VESA. Com o Adaptador de Montagem VESA conectado, seu computador ou monitor atende à especificação VESA MIS-D, 100, versão C.

 

Veja mais materiais do blog:

 

Para quem preparamos este material

Este material foi produzido para ajudar pessoas que querem colocar o Cinema Display ou iMac na parede! Este recurso tem sido muito útil para profissionais que ficam por muito tempo na frente da tela do computador, especialmente para aqueles que precisam de ergonomia para ter mais produtividade.

 

Se você se identificou, veja este material até o final e aprenda como melhorar a disposição do seu iMac ou Monitor Apple.

 

Veja alguns exemplos de iMac na Parede

 

Como colocar um iMac na parede

Compatibilidade

O Kit Vesa funciona com os seguintes modelos de iMac e Cinema Display:

  • iMac de 24 polegadas (alumínio e vidro)
  • iMac de 27 polegadas (fim de 2009, metade de 2010 e metade de 2011)
  • LED Cinema Display de 24 polegadas
  • LED Cinema Display de 27 polegadas
  • Apple Thunderbolt Display de 27 polegadas

Esse é o link para comprar o adaptador VESA para os modelos acima. Se você tem um iMac Pro o kit Vesa correto é esse: Clique aqui para conhecer!

Como instalar o Kit Vesa no iMac

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

Como fazer backup do Mac com o Time Machine

Como fazer backup do Mac com o Time Machine

Tão importante como organizar e atualizar arquivos é realizar backups ou cópias de segurança diariamente no Mac. Já vimos muitas pessoas perdendo suas informações pessoais por não fazerem essas cópias. O assunto é tão importante que aqui no blog já ensinamos como fazer backup do iPhone. Neste artigo vamos ensinar como fazer bachup do Mac com o Time Machine.

Para quem preparamos este material

Este material foi preparado para pessoas que usam o Mac e desejam fazer a configuração padrão do backup do Mac utilizando o Time Machine, função fundamental para um bom uso da tecnologia.

Entendendo o Time Machine 

O Time Machine é um sistema de backup que já vem integrado ao seu Mac. Com ele é possível fazer uma ou mais cópias de segurança do Mac inteiro, incluindo:

  • Arquivos de sistema;
  • Aplicativos/programas
  • Contas de usuários;
  • Configurações pessoais;
  • Fotos, músicas, filmes e documentos.

A grande sacada da Apple com o backup do Mac com o Time Machine é que ele clona seu computador, literalmente. Isso te possibilita trazer de volta o Mac exatamente como estava em determinada data,  diferente dos outros programas de backup, que guardam somente uma cópia de todos os arquivos.

 

Veja também:

Como fazer seu primeiro backup

Para configurar o Time Machine siga os passos a seguir:

 

1. Conecte um dispositivo de armazenamento externo

Conecte seu HD externo na porta USB, Thunderbolt ou FireWire do Mac. Caso não tenha um HD Externo, você pode utilizar um iPod Classic ou mesmo um DVD, claro que dependendo do tamanho do backup a ser realizado. Evite fazer backups em pendrives, o motivo é que o mesmo não oferece segurança como as sugestões anteriores. A Apple oferecia uma excelente solução para backup sem fio, o Time Capsule. Talvez você ainda encontre algumas unidades no mercado paralelo.

Como fazer backup do Mac com o Time Machine

2. Ative o Time Machine

Caso você ainda não tenha utilizado seu disco externo no Mac, o Time Machine perguntará se deseja usá-lo como Disco de Backup. Para isso aparecerá uma janela como essa abaixo. Clique em “Usar como disco de Backup” para assim confirmar.

 

⚠️ Importante: Se você conectar um disco com dados armazenados, o Time Machine irá apagá-los. Neste caso, recomendamos que faça um backup dos dados do disco em outra unidade de armazenamento, mesmo que temporariamente. 

 

 

3. Configure o Time Machine

Agora que as Preferências do Time Machine estão abertas, dentro do Preferências do Sistema no Mac, você poderá clicar no botão “Selecionar Disco de Backup”

4. Selecione o disco externo na lista de discos disponíveis. Em seguida, selecione “Criptografar Backups” caso tenha dados confidenciais e queira mais uma camada de segurança, lembre-se de guardar sua senha de acesso em um local seguro e de fácil acesso para uso posterior. Depois de escolher o disco de destino para o backup, clique em usar Disco.

 

Note que o Time Machine mostrará algumas informações como Nome do dispositivo, espaço disponível, datas do backup mais antigo e o mais recente. O Time Machine também oferece um atalho, que fica no canto superior direito, próximo ao relógio, além de disponibilizar as notificações na Central de Notificações do Mac

 

Considerações finais

O primeiro backup pode demorar bastante, por isso uma boa opção é deixá-lo trabalhando durante a madrugada, mas lembre-se: é importante que esse processo não seja interrompido. Caso tenha necessidade, pode utilizar seu computador durante o processo de backup. Conecte seu Disco Externo pelo menos umas vez por semana, caso contrário o backup não será realizado.

 

Esperamos ter ajudado!

 

Se você gostou, deixe um comentário abaixo : )

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

5 Coisas Que Você Precisa Saber Sobre o Pré-Visualização no Mac

Conheça 5 Super Dicas Que Você Precisa Saber Sobre o Pré-Visualização no Mac

Super Dicas de Pré-Visualização no Mac

 

De todos os aplicativos que já vem instalados no Mac, provavelmente o Pré-Visualização é o que mais utilizamos. Embora esse pequeno programa não cause muito impacto visual, ele trabalha muito bem nos oferecendo possibilidades úteis para o dia a dia.

 

Aqui no blog já ensinamos como converter várias imagens de uma vez utilizando o Pré-visualizador e como adicionar textos em fotos.Como estes tutoriais foram muito bem aceitos e acessados, vamos seguir nesta linha oferecendo mais soluções práticas para nosso dia a dia!

 

Desta vez vamos te ensinar 5 dicas que você precisa saber sobre o Pré-Visualização no Mac. Dicas estas, que farão muita diferença em sua produtividade, vamos lá?

 


Veja também

 

Para quem preparamos este material

Preparamos este material (cuidadosamente diga-se de passagem) para pessoas que utilizam o Mac em seu dia a dia.

Nosso objetivo é mostrar real potencial que o Pré-Visualização pode oferecer para pessoas que utilizam o Mac para profissionalmente, ou simplesmente para uso pessoal.

 

1. Múltiplos arquivos: Mesmo que os arquivos tenham formatos diferentes, o Pré-Visualizador abre todos de uma só vez. Você pode abrir uma janela de visualização para cada um deles, mas é bem mais fácil trabalhar com vários arquivos em uma única janela. Para isso faça o seguinte:

➡ Selecione um ou mais arquivos pressionando shift + clique do mouse. Para selecionar arquivos aleatórios, clique sobre eles com a tecla command pressionada. Após selecionar clique com o botão secundário do mouse e escolha Abrir com > Pré-Visualização.

Note que o Pré-visualizador abriu os três arquivos, mesmo que os mesmos tenham formatos diferentes como JPG, PNG e PSD. Importante: se acontecer do Pre-Visualização abri-los em janelas diferentes, você poderá combina-las clicando em Janela > Combinar todas as janelas

Feito isso, note que os arquivos ficarão separados por abas! Assim, será possível manipulá-los em uma única janela, facilitando muito nossa vida : )

 

2. Balões de Fala: Se você é daqueles(as) que gosta de um meme, principalmente quando for para brincar com amigos e familiares, esta é uma ótima dica.

Com o Pré-Visualização no Mac é possível utilizar notas e balões de fala para comentar textos em uma imagem (foto do iPhone por exemplo) e PDF. Estes itens costumam ser utilizados em conjunto com as ferramentas de destaque, sublinhado e tachado que ficam posicionadas na parte de cima do aplicativo.

 

3. Compartilhamento de arquivos: Sim, é possível compartilhar seus arquivos a partir do Pré-Visualizador. Isso inclui email, iMessage, AirDrop, Twitter, Facebook e Flickr. Para compartilhar seu arquivos clique na pequena seta localizada na parte superior da janela do programa.

 

4. Edição de cores: Um recurso muito útil do Pré-Visualização no Mac é o Editor de cores, principalmente quando se está navegando por fotografias. Para utilizá-lo clique no menu Ferramentas > Ajustar Cor.

 

 

Depois de clicar em Ajustar Cor, uma pequena pop-up se abrirá na tela com opções de configuração de cores e ajustes finos. Nela você poderá fazer os ajustes que desejar…

Agora ferramentas como Exposição, Contraste e Saturação estarão disponíveis no Pré-Visualização.

 

 

5. Apresentação de Slides: Com o Pré-Visualização do Mac também é possível apresentar suas imagens em slides, o que facilita muito, principalmente se você tiver que mostrar as fotos na pequena tela de um Macbook Air de 11 ou 13 polegadas por exemplo.

Com as imagens abertas clique em Visualizar > Apresentação de Slides

Depois disso sua imagem (ou suas imagens) aparecerá em tela cheia. Vale lembrar que depois que elas estiverem em tela cheia aparecerá algumas opções de comando na parte inferior da tela, elas servem para avançar, pausar ou retroceder sua apresentação.

Espero que as dicas sejam úteis! Não deixe de seguir o Super Apple nas redes sociais, ok? Se quiser conhecer mais funções do Preview do MacOS você pode clicar aqui para acessar o material oficial da Apple.

Forte abraço e até a próxima.

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

Como Avaliar o Estado da Bateria do Mac

Aprenda Avaliar o Estado da Bateria do Mac – Mesmo sendo absolutamente iniciante

 

Como avaliar o estado da bateria do Mac.

 

Sem dúvida, uma das GRANDES vantagens ao comprarmos um notebook é a portabilidade. É assim com usuários de Windows e Mac. No entanto, o que mais pesa na hora de escolhermos o novo (ou semi novo) notebook, não é somente o peso em si, mas também a durabilidade da bateria do Macbook!

 

➡ Veja também: Como maximizar a vida da bateria do iPad e iPhone em viagens.

 

Neste tutorial vamos te ensinar a avaliar o estado da bateria do Macbook, a partir da contagem de ciclos. Vamos lá?

 

Para quem preparamos este material

Este material foi cuidadosamente preparado para ajudar pessoas que querem comprar ou vender um Macbook semi-novo. Também pode ser utilizado por pessoas que já utilizam o Macbook a algum tempo e precisa avaliar o estado da bateria do Mac.

 

Veja também: 7 Dicas importantes antes de comprar um Macbook usado

 

O que são ciclos?

Se você não sabe muito bem o que são Ciclos de bateria, não se preocupe, pois não está só. A primeira coisa que você precisa saber para avaliar a bateria do Mac é a quantidade dos ciclos. Um ciclo de carregamento ocorre quando utilizamos TODA a energia da bateria do Mac.

 

Sendo mais objetivo é uma carga e descarga completa da bateria, no entanto isso não necessariamente significa que o ciclo será fechado um só carregamento.

 

Por exemplo, você pode utilizar a metade da carga da bateria em um dia e depois recarregá-la totalmente. Se você fizer o mesmo no dia seguinte, se completaria apenas um ciclo de carregamento, e não dois.

 

➡ Veja também:  5 dicas que você precisa saber sobre o Pré-visualizador

 

 

Como verificar os ciclos da bateria do Mac

O ponto de partida para você avaliar o estado da bateria do seu Mac é verificar a contagem dos ciclos, para isso siga os passos abaixo:

  • Clique no Menu Apple > Sobre este Mac

  • Em seguida clique em Relatório do Sistema

  • Agora clique em Alimentação e localize “Informações de Ciclo”, que é onde você vai encontrar a quantidade de ciclos da bateria do Mac.

Quantos ciclos a bateria do meu Mac aguenta?

Bom, cada Mac deve ser avaliado de forma diferente, isso por que são diferentes estruturas de hardware.

No caso do exemplo, a contagem de Ciclos está em 384, o que é um bom sinal, considerando que é um Macbook Pro de 2013. Na lista abaixo você terá a relação dos Macs com os máximos ciclos correspondentes.

 

➡ Lista de MacBooks juntamente com a contagem máxima de ciclos

Veja abaixo a lista completa e descubra a quantidade de ciclos que a bateria do seu Mac aguenta!

 

Computador Contagem máxima de ciclos
MacBook
MacBook (Retina, 12 polegadas, 2017)
MacBook (Retina, 12 polegadas, início de 2016)
MacBook (Retina, 12 polegadas, início de 2015)
MacBook (13 polegadas, meados de 2010)
MacBook (13 polegadas, final de 2009)
1.000
MacBook (13 polegadas, alumínio, final de 2008) 500
MacBook (meados de 2009)
MacBook (início de 2009)
MacBook (final de 2008)
MacBook (início de 2008)
MacBook (final de 2007)
MacBook (meados de 2007)
MacBook (final de 2006)
MacBook (13 polegadas)
300
MacBook Pro
MacBook Pro (15 polegadas, 2019)
MacBook Pro (13 polegadas, 2019, quatro portas Thunderbolt 3)
MacBook Pro (15 polegadas, 2018)
MacBook Pro (13 polegadas, 2018, quatro portas Thunderbolt 3)MacBook Pro (15 polegadas, 2017)
MacBook Pro (13 polegadas, 2017, quatro portas Thunderbolt 3)
MacBook Pro (13 polegadas, 2017, duas portas Thunderbolt 3)
MacBook Pro (15 polegadas, 2016)
MacBook Pro (13 polegadas, 2016, quatro portas Thunderbolt 3)
MacBook Pro (13 polegadas, 2016, duas portas Thunderbolt 3)
MacBook Pro (Retina, 13 polegadas, início de 2015)
MacBook Pro (Retina, 13 polegadas, meados de 2014)
MacBook Pro (Retina, 13 polegadas, final de 2013)
MacBook Pro (Retina, 13 polegadas, início de 2013)
MacBook Pro (Retina, 13 polegadas, final de 2012)
MacBook Pro (13 polegadas, meados de 2012)
MacBook Pro (13 polegadas, final de 2011)
MacBook Pro (13 polegadas, início de 2011)
MacBook Pro (13 polegadas, meados de 2010)
MacBook Pro (13 polegadas, meados de 2009)
MacBook Pro (Retina, 15 polegadas, meados de 2015)
MacBook Pro (Retina, 15 polegadas, meados de 2014)
MacBook Pro (Retina, 15 polegadas, final de 2013)
MacBook Pro (Retina, 15 polegadas, início de 2013)
MacBook Pro (Retina, meados de 2012)
MacBook Pro (15 polegadas, meados de 2012)
MacBook Pro (15 polegadas, final de 2011)
MacBook Pro (15 polegadas, início de 2011)
MacBook Pro (15 polegadas, meados de 2010)
MacBook Pro (15 polegadas, 2,53 GHz, meados de 2009)
MacBook Pro (15 polegadas, meados de 2009)
MacBook Pro (17 polegadas, final de 2011)
MacBook Pro (17 polegadas, início de 2011)
MacBook Pro (17 polegadas, meados de 2010)
MacBook Pro (17 polegadas, meados de 2009)
MacBook Pro (17 polegadas, início de 2009)
1.000
MacBook Pro (15 polegadas, final de 2008) 500
MacBook Pro (15 polegadas, início de 2008)
MacBook Pro (15 polegadas, 2,4/2,2 GHz)
MacBook Pro (15 polegadas, Core 2 Duo)
MacBook Pro (15 polegadas, brilhante)
MacBook Pro (15 polegadas)
MacBook Pro (17 polegadas, final de 2008)
MacBook Pro (17 polegadas, início de 2008)
MacBook Pro (17 polegadas, 2,4 GHz)
MacBook Pro (17 polegadas, Core 2 Duo)
MacBook Pro (17 polegadas)
300
MacBook Air
MacBook Air (Retina, 13 polegadas, 2018)

MacBook Air (13 polegadas, 2017)
MacBook Air (11 polegadas, início de 2015)
MacBook Air (11 polegadas, início de 2014)
MacBook Air (11 polegadas, meados de 2013)
MacBook Air (11 polegadas, meados de 2012)
MacBook Air (11 polegadas, meados de 2011)
MacBook Air (11 polegadas, final de 2010)
MacBook Air (13 polegadas, início de 2015)
MacBook Air (13 polegadas, início de 2014)
MacBook Air (13 polegadas, meados de 2013)
MacBook Air (13 polegadas, meados de 2012)
MacBook Air (13 polegadas, meados de 2011)
MacBook Air (13 polegadas, final de 2010)

1.000
MacBook Air (meados de 2009) 500
MacBook Air (final de 2008)
MacBook Air
300

 

Considerações finais

Não existe uma fórmula mágica para manter a bateria sempre nova, o que existe são algumas técnicas e configurações, mas este será o tema do próximo artigo : ) Para conhecer mais (e melhor) a tecnologia da bateria dos Macbook recomendo a leitura deste material oficial Apple!

Fique ligado e não deixe de nos seguir das redes sociais
.
.

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.

Como Configurar o Dock do seu Mac – Guia Prático Para Iniciantes!

Saiba como configurar o Dock do seu Mac

Não sei se você sabe, mas o Dock do seu Mac é aquela fileira com ícones de apps que normalmente fica na parte inferior da tela do seu Mac. Sem dúvida, ele é o elemento mais visível da tela, além de ser um dos ítens mais utilizados pelos usuários de computador Apple.

Além de ser uma bela e acessível ferramenta, o Dock do Mac também é totalmente “personalizável” ou seja, pode se adaptar a todas as suas necessidades!

 

Para quem preparamos este material

Este material foi desenvolvido especialmente para pessoas que acabaram de comprar um Mac e não sabem por onde começar. Também pensamos naqueles que já usam o Mac a algum tempo, mas sentem que NÃO exploram o recursos que ele tem para oferecer.

Se você se identificou com algum desses exemplos, veja este material até o final! Com certeza lhe será muito útil…

 

Como configurar o Dock do seu Mac

Existem várias configurações possíveis para se fazer no Dock do Mac. Algumas dessas configurações são facilmente acessíveis, já outras nem tanto. Para ajudar, fizemos uma compilação das melhores dicas de configurações. Conheça agora cada uma delas

: )

 

  1. Como mudar a cor do Dock
  2. Como ocultar itens recentes do Dock Mac
  3. Como mudar ícones de apps no Mac
  4. Dock do Mac – Configurações Iniciais
  5. Desative (ou ative) as notificações do Dock Mac
  6. Configure o Dock do seu Mac e tenha mais produtividade!
  7. Como inserir o ícone do AirDrop no Dock do Mac
  8. Como adicionar um atalho de site no Dock do Mac
  9. Coloque atalhos das suas melhores pastas no Dock do Mac
  10. 3 Dicas para organizar a Mesa do Mac

 

Todas estes tutoriais (e videoaulas) foram produzidos com muita dedicação para que você nosso leitor/seguidor, tenha o melhor resultado possível com seu computador Apple.

Aproveite as dicas e NÃO deixe de fazer um comentário abaixo. Com certeza vai ser muito bom ouvir você : )

Sobre Paulo Alexandre

E-empreendedor, Consultor de tecnologia, Especialista Apple, Blogger,
criador do portal Tecnologia Pessoal e Blog do Super Apple.